Doce de Vinagre com Farófias

O doce de vinagre traz-me recordações de infância… Lembro-me perfeitamente de o comer em casa dos meus avós, na ilha Terceira, e adorava-o! Nunca o tinha feito, mas lembrei-me dele a propósito da parceria com a Paladin e, como é óbvio, tinha de tentar fazê-lo.

Entretanto descobri que, além de ser muito popular na Ilha Terceira, doce de vinagre é também um doce típico do Montijo, pelo que fui procurar a respectiva receita e encontrei-a aqui. Mas como me lembrava que o doce era mesmo muuuuito doce, quis acrescentar algo menos doce, para equilibrar e ao mesmo tempo aproveitar as claras dos ovos utilizados; por isso, juntei-lhe umas farófias muito simples. Saiu isto:

???????????????????????????????

Ingredientes:

Para o Doce:

8 gemas

2 claras

2,5 dl de leite

400g de açúcar (só pus 300g)

1 c. de sopa de vinagre de vinho branco Paladin

Uma boneca de erva-doce

Para as Farófias:

6 claras

3 c. sopa de açúcar

1/2 l de leite

Casca de limão

1 pau de canela

Para decorar:

Canela em pó

Preparação:

Doce:

Num tacho largo, levar ao lume o leite com a boneca de erva doce, o vinagre e o açúcar; misture e deixar ferver 3  4 minutos, até fazer um ponto fraco. (O leite vai talhar, o que é perfeitamente normal, o objectivo do vinagre é mesmo esse).

Bater as gemas com as claras. Retirar o preparado anterior do lume, deixar arrefecer e juntar as gemas batidas com a claras. Levar novamente ao lume e mexer sempre, até que engrosse e faça ponto de estrada (quando passamos a colher pelo fundo do tacho e se  abre como que uma estrada).

Colocar nas tacinhas de servir.

Farófias:

Num tacho largo, levar ao lume o leite com o pau de canela e a casca de limão; podem acrescentar 3 a 4 c. de sopa de açúcar se assim o desejarem, eu não o fiz. Deixar levantar fervura e baixar o lume, para que o leite se mantenha a ferver muito lentamente.

Entretanto bater as claras em castelo bem firme, com a ajuda de umas gotas de limão ou umas pedrinhas de sal.

Deitar colheradas de claras no leite fervente e deixá-las cozer (o que acontece rapidamente), virando-as com a ajuda de uma escumadeira; as claras aumentam de volume no tacho porque absorvem leite, por isso convém não colocar mais de 2 a 3 colheradas de cada vez, a não ser que o tacho seja mesmo muito grande!

Quando cozidas, retirar as farófias do leite e colocá-las sobre um passador, para que escorram o leite absorvido. Em seguida, dispô-las sobre o doce de vinagre e decorar com um pouco de canela em pó.

Depois é só colocar no frigorífico e saborear bem frio… Fica uma autêntica delícia!

Como nota final, lembrem-se que se por acaso o doce ficar com grumos podem passar com a varinha mágica!  Lembro-me de ver a empregada dos meus avós a fazer isso 🙂

Anúncios

Bolo de Vinagre de Frutos Vermelhos

Lembro-me de, quando era pequena, a minha mãe fazer um bolo de vinagre que eu adorava; infelizmente, ao longo dos anos e com várias mudanças de casa pelo meio, as receitas dela foram-se perdendo… Ontem fartei-me de dar voltas à cabeça (e à casa) à procura da receita deste bolo, mas não a encontrei. Por isso, fui à minha amiga internet pesquisar. Depois de ver várias receitas, utilizei duas como base – esta e esta – e criei a minha própria receita! Cá vai:

Bolo de Vinagre de frutos vermelhos

Ingredientes

Para o bolo:

4 ovos

25g de adoçante em pó (ou 250g de açúcar)

180g de farinha

5 c. de sopa de vinagre de fruta com frutos vermelhos Paladin

1 c. de chá bem cheia de fermento em pó

Para a calda:

1dl de água

100g de açúcar

30g de amêndoas granuladas

2 gemas

Preparação

Bolo:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Bater as claras em castelo e reservar.

Bater bem as gemas como o adoçante; incorporar o vinagre; aos poucos e alternadamente, adicionar a farinha previamente misturada com o fermento e as claras em castelo.

Colocar numa forma bem untada e levar ao forno cerca de 20 a 25 minutos, até que bolo esteja cozido.

Calda:

Numa tacinha, misturar as gemas com as amêndoas granuladas e reservar.

Num tachinho, levar ao lume o açúcar com a água e deixar ferver 3 minutos. Findo esse tempo, apagar o lume e misturar rapidamente as amêndoas com a gemas, mexendo bem. Voltar a ligar o lume e deixar cozer até que comece a fazer espuma; nesse momento, apagar o lume e deixar arrefecer um pouco.

Desenformar o bolo ainda morno para um prato de servir, picar várias vezes com um palito (ou um garfo) e deitar a calda por cima. Eu não usei a calda toda – dispus as amêndoas em cima e reguei só com um bocadinho de calda, para que o bolo não ficasse muito ensopado.

???????????????????????????????

Apesar de ser feito com vinagre de futos vermelhos, o bolo não sabe nada a vinagre! Fica sim com um suave e simpático sabor a frutos vermelhos; cá em casa todos adoraram e nem queriam acreditar quando disse de que era o bolo! Vai uma fatia??

Vinagre: Os Básicos I

Cooking World - Vinagre IJá todos sabemos que o vinagre tem mil e uma utilizações, não se limitando a ser apenas um ingrediente para temperar saladas ou peixe cozido. Mas será que sabemos mesmo utilizá-lo na cozinha? Eu sempre achei que sabia, mas hoje já aprendi mais algumas coisas! senão, vejamos:

  1. Quando o frasco do ketchup estiver a acabar, adicione um pouco de vinagre e agite bem para que o ketchup dure mais; faça o mesmo para a mostarda.
  2. Se ao colocar um ovo a cozer este se partir, adicione uma colher de sopa de vinagre na água a ferver e a clara não se espalhará.
  3. Se adicionar uma colher de sopa de vinagre quando cozer ou fritar peixe, reduzirá o cheiro e o gosto do mesmo, além de amaciar o peixe em si.
  4. Gosta de comer peixe branquinho, certo? Para isso, antes de o cozinhar deixe-o desacansar 20 minutos numa mistura composta por 2,5dl de água e 2 colheres de sopa de vinagre.
  5. Quando fizer puré de batata, junte uma colher de sopa de vinagre, sempre depois de já ter adicionado o leite suficiente; o vinagre ajudará a manter as batatas brancas.
  6. Em molhos, pratos ou sopas à base de tomate, acrescente uma ou duas colheres de sopa de vinagre um pouco antes de concluir o processo de cozimento, para aprimorar os sabores.
  7. O conteúdo ácido e o sabor marcante do vinagre fazem com que este seja um ingrediente excelente para fazer marinadas de carne, aves ou peixe; além disso, as carnes ficam mais macias.

Fonte: HowStuffWorks.