Doce de Vinagre com Farófias

O doce de vinagre traz-me recordações de infância… Lembro-me perfeitamente de o comer em casa dos meus avós, na ilha Terceira, e adorava-o! Nunca o tinha feito, mas lembrei-me dele a propósito da parceria com a Paladin e, como é óbvio, tinha de tentar fazê-lo.

Entretanto descobri que, além de ser muito popular na Ilha Terceira, doce de vinagre é também um doce típico do Montijo, pelo que fui procurar a respectiva receita e encontrei-a aqui. Mas como me lembrava que o doce era mesmo muuuuito doce, quis acrescentar algo menos doce, para equilibrar e ao mesmo tempo aproveitar as claras dos ovos utilizados; por isso, juntei-lhe umas farófias muito simples. Saiu isto:

???????????????????????????????

Ingredientes:

Para o Doce:

8 gemas

2 claras

2,5 dl de leite

400g de açúcar (só pus 300g)

1 c. de sopa de vinagre de vinho branco Paladin

Uma boneca de erva-doce

Para as Farófias:

6 claras

3 c. sopa de açúcar

1/2 l de leite

Casca de limão

1 pau de canela

Para decorar:

Canela em pó

Preparação:

Doce:

Num tacho largo, levar ao lume o leite com a boneca de erva doce, o vinagre e o açúcar; misture e deixar ferver 3  4 minutos, até fazer um ponto fraco. (O leite vai talhar, o que é perfeitamente normal, o objectivo do vinagre é mesmo esse).

Bater as gemas com as claras. Retirar o preparado anterior do lume, deixar arrefecer e juntar as gemas batidas com a claras. Levar novamente ao lume e mexer sempre, até que engrosse e faça ponto de estrada (quando passamos a colher pelo fundo do tacho e se  abre como que uma estrada).

Colocar nas tacinhas de servir.

Farófias:

Num tacho largo, levar ao lume o leite com o pau de canela e a casca de limão; podem acrescentar 3 a 4 c. de sopa de açúcar se assim o desejarem, eu não o fiz. Deixar levantar fervura e baixar o lume, para que o leite se mantenha a ferver muito lentamente.

Entretanto bater as claras em castelo bem firme, com a ajuda de umas gotas de limão ou umas pedrinhas de sal.

Deitar colheradas de claras no leite fervente e deixá-las cozer (o que acontece rapidamente), virando-as com a ajuda de uma escumadeira; as claras aumentam de volume no tacho porque absorvem leite, por isso convém não colocar mais de 2 a 3 colheradas de cada vez, a não ser que o tacho seja mesmo muito grande!

Quando cozidas, retirar as farófias do leite e colocá-las sobre um passador, para que escorram o leite absorvido. Em seguida, dispô-las sobre o doce de vinagre e decorar com um pouco de canela em pó.

Depois é só colocar no frigorífico e saborear bem frio… Fica uma autêntica delícia!

Como nota final, lembrem-se que se por acaso o doce ficar com grumos podem passar com a varinha mágica!  Lembro-me de ver a empregada dos meus avós a fazer isso 🙂

Brigadeiros de Cenoura e Chocolate em Caixinhas de Massa Filo

Na semana passada apetecia-me fazer uns brigadeiros, mas ao mesmo tempo não queria uns brigadeiros “tradicionais”. Tinha no frigorífico uma embalagem de massa filo e pus a imaginação a trabalhar, a partir da inspiração vinda daqui

???????????????????????????????

Ingredientes:

4 folha de massa filo, cortadas em 9 quadrados cada uma (para fazer 12 caixinhas)

2 cenouras médias

1 lata de leite condensado (usei magro)

50g de manteiga

50g de chocolate em tablete

Manteiga derretida q.b.

Côco ralado para decorar

Preparação:

Comecemos pelas caixinhas: Forre forminhas de alumínio com um quadrado de massa filo, pincele o mesmo com um pouco de manteiga derretida, coloque outro quadrado de massa, pincele novamente e coloque mais um quadrado de massa. Se quiser, acerte as pontas com uma tesoura, para as caixinhas ficarem mais perfeitinhas.

Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 10 minutos ou até que a massa fique cozida e douradinha. Reserve.

A massa dos brigadeiros: Pique muito bem as cenouras no liquidificador com 2 a c. de sopa de água (quanto menos, melhor). Num tachinho, coloque o leite condensado, a manteiga, o chocolate em pedaços e a cenoura picada. Cozinhe, mexendo com uma colher de pau, até engrossar e atingir ponto de estrada larga. Apague o lume e deixe arrefecer um pouco.

Entretanto, retire as caixinhas de massa filo das forminhas de alumínio com cuidado, para não se partirem; coloque 1 a 2 c. de sopa mal cheias do preparado de cenoura e chocolate nas caixinhas, salpique com um pouco de côco ralado e leve ao frigorífico por duas a três horas antes de servir!

Cá por casa desapareceram num ápice… Aliás, por pouco nem conseguia fotografar! 😀

Gelado de Banana e Caramelo

Algumas bananas congeladas porque já estavam a passar do ponto de serem comidas e um restinho de caramelo líquido foram o mote para o meu segundo gelado…

???????????????????????????????

Ingredientes:

4 bananas em pedaços

200 ml de natas light

200 ml de iogurte magro

3 c. de sopa de adoçante em pó

3 c. sopa de caramelo líquido

Preparação:

Refrigerar bem todos os ingredientes.

Picar as bananas na trituradora (as minhas estavam congeladas, mas podem utilizar bananas não congeladas).

À parte, bater as natas até que fiquem bem firmes; adicionar os iogurtes e o adoçante em pó e misturar; acrescentar as bananas e o caramelo e envolver bem.

Colocar o preparado na máquina de gelados durante 30 a 35 minutos; depois de pronto, levar ao congelador por 30 minutos a 1h antes de servir. Se não tiver máquina, coloque o preparado no congelador e vá batendo energicamente a cada 30 minutos, para quebrar os cristais de gelo que se forem formando.

Eu servi simples porque não tinha mais caramelo, mas pode servir com um pouco de caramelo líquido por cima.

Uma sobremesa docinha mas que não esquece a importância do consumo diário de fruta! 🙂

Gelado de Xarope de Groselha

Aqui há dias resolvi comprar uma máquina de gelados… E tal como já é meu hábito, não fui capaz de começar pelo mais simples, ou seja, experimentá-la e habituar-me a ela com receitas já testadas… Não, tive logo de começar a inventar!

E assim, o primeiro geladinho a sair do meu novo “brinquedo” foi de groselha e bem saudável! Querem ver??

???????????????????????????????

Ingredientes:

200ml de creme de soja (substituto de natas)

300ml de iogurte natural magro

1dl de xarope de groselha

2 c. sopa de adoçante em pó (mas acho que não era preciso!)

Preparação:

Refrigerar bem todos os ingredientes.

Bater o creme de soja até que fique firme (juntei umas gotinha de sumo de limão para facilitar a tarefa); depois do creme batido, adicionar os iogurtes, o adoçante e o xarope de groselha e misturar bem.

Colocar o preparado na máquina de gelados e deixar em funcionamento por 40 minutos. Colocar no congelador cerca de 1/2 hora se necessário e servir!

Viram?? Simples, económico, rápido e saudável! Fez sucesso cá por casa 🙂

Arroz Doce com Chocolate Branco

Nota Cooking: Contribuição do Blog do Chocolate! Original aqui. 🙂

Arroz-Doce5

Ingredientes: 

  • 2 chávenas de Arroz Bom Sucesso, Carolino, Ariete
  • água suficiente para cozer o arroz
  • 100 gr. de passas brancas (sultanas douradas)
  • 100 gr. de passas pretas
  • 100 gr. de castanha de caju moída (não usei)
  • 400 gr. de chocolate branco picado
  • 4 gemas de ovos
  • meia lata de leite condensado
  • 200 ml de natas
  • rum q.b.  (usei vinho do porto)
  • 4 cravinhos (usei cravinho em pó q.b.)
  • canela em pó q.b.
  • noz moscada q.b.
  • canela em pau para decoração
  • hortelã para decoração

Preparação:

Uma hora antes, colocar as passas a macerar num pouco do vinho do Porto por forma a ganharem gosto.

Picar o chocolate branco e reservar.

Num tacho colocar, as passas, o arroz, a água, a canela, a noz moscada, o cravinho em pó e deixar cozer em lume brando.

Depois de cozido, retire o excesso da água, junte o chocolate branco, mexa 1 ou 2 vezes para incorporar e deixe-o acabar de derreter no arroz.

Numa tigela misturar as gemas com o leite condensado e depois envolver no arroz, ligue de novo o lume no mínimo e vá mexendo um pouco mais até tudo ficar homogéneo.

No final junte as natas, mexa e coloque em tacinhas.

Decore a gosto.

Receita adaptada de http://www.redetv.com.br/seligabrasil/video/305684/arroz-doce-fica-irresistivel-com-chocolate-branco-1.html

(Imagem cedida pela autora) Isabel Fernandes – Blog do Chocolate.

Gelado de Natas e Redução de café

Nota Cooking: Contribuição do blog 7 Gramas de Ternura! Original aqui. 🙂

_20130603_P6030075

Ingredientes:

2 iogurtes naturais
2 dl de natas
1/2 lata de leite condensado
4 claras
5 c. sopa de redução de café Casa da Prisca.
sumo de meio limão

Preparação:

Bata as natas na batedeira até estarem bem firmes. Junte os iogurtes e bata mais um pouco. Adicione o leite condensado e envolva. Bata as claras em castelo firme e adicione-as ao preparado anterior, com a ajuda de uma colher metálica. Adicione a redução de café, o sumo de limão e envolva devagar.

Coloque o preparado numa caixa com tampa e leve ao congelador. Cerca de 15 minutos antes de utilizar, retire o gelado do congelador. Sirva o gelado com um fio de redução de café por cima.

(Imagem cedida pela autora) Mª José Machado – 7 Gramas de Ternura.

Cá por Casa Faz-se Assim:Pudim e Leite Creme em Caixinhas de Bolacha

O meu filhote andava há umas boas semanas a pedir “caixinhas de bolachas” com doce lá dentro (cá para mim o miúdo ainda vai dar em chef de cozinha quando crescer…). E eu sem vontade nenhuma de me aventurar, porque não conseguia descortinar como é que havia de fazer as caixinhas e muito menos o que pôr dentro delas!

Pois hoje foi o dia. Qual era a pior coisa que podia acontecer?? Ir tudo parar ao caixote do lixo, pois claro! Mas não, a coisa até correu bem!

???????????????????????????????

Para a massa das bolachas, usei a receita das bolachas da avó; apenas acrescentei uma colher de sobremesa de essência de amêndoa e mais 10g de farinha para compensar.

Peguei em forminhas de alumínio daquelas dos queques e forrei-as por fora com forminhas de papel. Fui fazendo bolinhas com a massa, estendendo com o rolo da massa e, com cuidado, cobri as formas com a massa; como a massa tende a partir, não pode ser estendida muito fina e convém soltar da bancada com a ajuda de uma espátula. Ajeitei bem, retirei os excessos e levei ao forno num tabuleiro de alumínio por 18 minutos.

Retirei, deixei arrefecer completamente sobre uma grelha e depois, também com muito cuidado, retirei as formas de alumínio e de papel do interior das caixinhas de bolacha:

???????????????????????????????

Em seguida fiz um pudim instantâneo de chocolate e um leite creme também instantâneo. Em cada um, adicionei apenas 400ml de leite magro e 3 c. de sopa de adoçante em pó (em vez dos 500ml e 4 c. sopa de açúcar indicados nas instruções). Deixei arrefecer um pouco mexendo frequentemente para não começar a solidificar e coloquei depois nas caixinhas de bolacha.

Coloquei no frigorífico para que o pudim e o leite creme solidificassem e… A família adorou! E eu à espera que fosse tudo para o caixote do lixo, hahahahaha!

Leite Creme com Ovos Inteiros

Nota Cooking: Contribuição do blog Doce mais ou Menos! Original aqui. 🙂

Leite Creme é um doce bem rápido de fazer, na bimby são só 12 minutos e fica uma sobremesa deliciosa e agradável.

Normalmente, leva 6 gemas de ovos, mas esta levou  3 ovos inteiros, e  aumentei um pouco a quantidade de farinha maizena, em cerca de 30 g.

Fica muito boa, e menos calórica.

Cooking World - Leite Creme com Ovos Inteiros

Ingredientes:

1 l de leite magro
3 ovos inteiros
70 g de farinha maizena
150 g de açúcar
casca de limão, só a parte amarela
1 pau de canela
açúcar mascavado ou amarelo para polvilhar e queimar, ou também poderá usar apenas canela.

Preparação:

Junte todos os ingredientes e programe 12 min/Vel 2 1/2/temp 90º.

Retire a casca do limão e o pau de canela e deite em taças ou numa travessa.

Deixe arrefecer. Polvilhe com o açúcar e queime a superfície com um fero quente. Também pode apenas polvilhar com o açúcar ou com canela e servir assim.

(Imagem cedida pela autora) Paula Vieira – Doce Mais ou Menos.

Cá por Casa Faz-se Assim: Delícia de Cacau Hiper Rápida

Os doces são uma constante por aqui… Ou não tivesse eu dois filhos e um marido gulosos, para além de mim! Mas há dias em que não apetece estar a fazer coisas muito elaboradas. Nesses dias, ou sai uma gelatina, ou sai uma delícia destas – simples, rápida e muuuito saborosa!

Cooking World - Delícia de Cacau Hiper Rapida 1

Ingredientes (para 8 taças):

8 palitos La reine

1 lata de leite condensado light

400 ml de natas light

2 c. de sopa de cacau magro em pó

Preparação:

Numa taça, bater bem as natas (convém que estejam bem frias; eu costumo guardá-las no frigorífico e, antes de as bater, ponho-as durante 20 a 30 minutos no congelador). Quando estiverem bem batidas, adicionar a lata de leite condensado e bater mais um pouco.

Dividir o preparado em dois e, numa das partes, adicionar o cacau em pó.

Colocar um palito La Reine, partido em pedaços, em cada taça de servir. Cobrir com um pouco do preparado de natas e leite condensado e por cima colocar um pouco da mistura com cacau.

Servir de imediato ou guardar no frigorífico até à hora de servir.

Nota: Se quiserem podem decorar com raspas de chocolate ou amêndoa triturada, por exemplo.

Arroz Doce com Leite de Coco com Calda de Morangos

Nota Cooking: Contribuição do blog Receitas para a Felicidade! Original aqui. 🙂

Cooking World - Arroz Doce com Leite de Coco e Calda de Morangos

Ingredientes:

Meio litro de leite

250 ml de leite de coco

100 g de açúcar

1/2  colher de chá de essência de baunilha

1 pitada de  sal fino

180 g de arroz para risotto

1 gema

1/2  chávena de morangos

Açúcar em pó

Preparação: 

Numa panela média, misture o leite com o leite de coco, o açúcar, a baunilha e o sal. Deixar que ferva e adicionar de seguida o arroz. Cozinhe lentamente e abanando de vez em quando, até conseguir um creme macio e cremoso, cerca de 35/40 minutos, quase no fim e imediatamente antes de apagar junte a gema, retire e reserve.

Triture os morangos com 3 colheres de sopa de leite de coco até conseguir um molho homogéneo.

Ligue a grelha do forno a 180º C.

Divida o arroz doce por ramequins, polvilhe-o com açúcar em pó e regue com um pouco de molho de morango. Grelhe até caramelizar o açúcar, cerca de 2 minutos.

Sirva quente com o restante do molho à parte.

(Imagem cedida pela autora) Mariana Teixeira – Receitas para a Felicidade.

Mousse Cremosa de Oreo e Natas em camadas

Nota Cooking: Contribuição do blog Acção na Cozinha! Original aqui.

Uma sobremesa fácil, simples e bem apetitosa.

Ingredientes:cooking world - oreo

400ml natas
Açúcar em pó a gosto
3 folhas de gelatina
1/2 chávena de chá de leite quente
Bolachas oreo trituradas

Preparação:

Bata as natas até ficarem bem firmes. Adicione açúcar a gosto. Reserve.

Demolhe as folhas de gelatina em água e fria e depois desfaça-as em leite quente e junte às natas. Envolva tudo muito bem.

Faça camadas de natas e bolacha oreo trituradas.

Leve ao frio algumas horas e está prontinho a saborear.

Delicioso!

(Imagem cedida pela autora) Carla Oliveira – Acção na Cozinha

Cheesecake com Cobertura de Doce de Abóbora com Nozes e Chocolate

Nota Cooking: Contribuição do blog Doçuras & Especiarias! Original aqui.

Adoro cheesecake e esta receita revelou-se tão saborosa que por pouco nem conseguia registar o momento…

Decorei o cheesecake com pedaços de nozes, mas podem optar por decorar com fios de ovos, amêndoas de chocolate, outro tipo de amêndoa, entre outros…

Uma receita MUITO FÁCIL de fazer e fica verdadeiramente deliciosa!

cooking world - cheesecake chocolate e nozesIngredientes:

Base:

250 gr. bolacha maria de chocolate

30 gr. pistachios

150 gr. margarina

Cheesecake:

500 gr. queijo creme magro

3 ovos

80 gr. açúcar

1 pacote de açúcar baunilhado ou 8 gramas

sumo de 1 limão

Cobertura:

1 tablete de chocolate de leite

2 colheres de sopa de leite

3 colheres de sopa de Doce de Abóbora e Nozes Cada da Prisca

nozes

Preparação:

Comece por ligar o forno nos 180ºC.

Base:

1. Triture a bolacha, de seguida os pistáchios e derreta a manteiga no microondas.

2. Deite os ingredientes para uma tigela e incorpore tudo muito bem até obter uma pasta.

3. Forre uma forma de aro amovível ou uma tarteira com papel vegetal,

De seguida verta a mistura da bolacha e calque muito bem (pode utilizar a base de um copo para o efeito).

Cheesecake:

1. Numa tigela coloque os ovos, o açúcar, o açúcar baunilhado e bata tudo muito bem, até obter um creme bem fofo.

2. Junte o sumo de limão, o queijo creme e mexa até que fique tudo bem misturado.

3. Verta o preparado sobre a base de bolacha e leve ao forno durante 30 minutos.

Passado os trinta minutos, reduza a temperatura para os 150ºC e deixe cozer mais 20 minutos (certifique-se que o cheesecake está bem cozido, usando um palito ou uma faca). Retire do forno, deixe esfriar completamente e desenforme o cheesecake.

Cobertura:

1. Derreta o chocolate com o leite em banho-maria ou no microondas durante 1 minuto, numa temperatura média.

2. Por cima do cheesecake espalhe o doce de abóbora e nozes, verta o chocolate derretido, decore com as nozes e leve ao frigorífico.

Sirva bem fresquinho!

(Imagem cedida pela autora) Sandra Batista – Doçuras & Especiarias.

Gelatina de Claras com Molho de Morangos

Nota Cooking: Contribuição do blog Cozinha daduxa! Original aqui.

Depois das festas sobram-nos quase sempre imensas claras de ovo.  Olhamos para elas e desejamos dar-lhes um destino. Por outro lado, em consciência pensamos em adiar um pouco o uso destas em bolos, tartes, tortas…

E que tal fazer uma gelatina fresquinha e pouco doce, para desenjoar um pouco dos bolos?

A receita é muito simples. Os mais gulosos poderão adicionar mais açúcar à gelatina, cerca de 50 gramas.

Ingredientes:cooking world - gelatina morango

Para a gelatina:

10 claras de ovos
10 folhas de gelatina incolor
150 g de açúcar

Para o molho:

200 g de morangos lavados e cortados em pedacinhos
100 g de açúcar
umas gotas de limão, ou 1 colher de chá de vinagre balsâmico

Preparação:

Demolhe as folhas de gelatina num recipiente com água fria, durante 5 minutos.

Bata as claras em castelo até ficarem bem firmes, depois junte-lhes o açúcar, e continue a bater.

Leve a gelatina a derreter em banho-maria ou no micro-ondas (sem deixar ferver), adicione-a ás claras e bata mais um pouco. Deite para uma forma, previamente passada por água fria, e leve ao frio a solidificar.

Molho:

Deite para uma caçarola os morangos lavados, arranjados e cortados em pedaços, junte o açúcar e o sumo do limão. Deixe ferver mexendo ocasionalmente, até que reduza e engrosse.

Reserve para aplicar sobre a gelatina na altura de desenformar e servir.

(Imagem cedida pela autora) Duxa – CozinhadaDuxa.

Cheesecake de Côco e Amoras

Nota Cooking: Contribuição do blog EntreLaços e Pérolas! Original aqui. 🙂

Desta vez quis fazer uma sobremesa que combinasse amoras com outro sabor, só para escapar ao tradicional e habitual cheesecake… Pesquisei várias receitas, na esperança de encontrar uma resposta… Surgiu-me à ideia o limão, as framboesas… e depois o côco! Hum.. Qual o melhor? Optei pelo côco, por não ser habitual esta combinação de sabores e porque fiquei curiosa do resultado que iria obter. No fundo acabei por juntar ingredientes de duas receitas diferentes e criar uma receita adaptada ao que pretendia!

Posso dizer que é uma boa combinação de sabores, o doce e fresco do côco contrasta com o sabor ácido da amora… Não é o namoro ideal mas também não é de rejeitar! Pelo menos não restou nada no prato dos convidados… (parece-me bom sinal!)

Para quem quer fugir à regra de vez em quando, esta é uma boa opção.

No vasto leque de receitas de cheesecake, existem os que vão ao forno (que habitualmente levam ovos) e os que se ficam pelo ida ao frigorífico (confeccionados com natas e folhas de gelatina). Sinceramente, prefiro sempre jogar pelo seguro quando se trata de fazer um cheesecake para receber amigos cá em casa e, como tal, prefiro os que vão ao forno, pois sei que firmes ficam de certeza e que ao retirar a forma não haverá surpresas! Têm a “desvantagem” de adquirir uma cor mais amarelada, pelos ovos cozinhados, e não apelam tanto à gula como os outros que ficam brancos e cremosos. Questão estética à parte, tanto uns como os outros são sempre bemvindos! Deixo-vos a receita que adaptei.

Cooking World - Cheesecake de Coco e AmorasIngredientes:

200g de bolachas de aveia
80g de manteiga derretida
400g de queijo creme tipo Philadelphia
1 iogurte com aroma de côco
100g de açúcar
40g de côco ralado
4 ovos
200g de amoras
50g de açúcar
3 folhas de gelatina

1 colher de sopa de sumo de limão

Preparação:

Triture as bolachas, adicione a manteiga previamente derretida até obter uma mistura areada e cubra uniformemente o fundo da forma de aro amovível pressionando bem até obter uma camada compacta. Reserve 30 minutos no frigorífico.

Pré-aquecer o forno a 160ºC.

Num recipiente bata o queijo creme com o açúcar e junte os ovos, um a um, misturando bem. Adicione o iogurte e o côco ralado e envolva bem. Verta o preparado na forma, sobre o fundo de bolachas.

Leve ao forno durante cerca de 45 a 50 minutos. Deixar arrefecer e coloque no frigorífico durante 8 horas.

A camada de amoras deve ser preparada quando o cheesecake já estiver frio. Para tal, comece por colocar as folhas de gelatina em água fria, para demolhar.

Num tacho, junte as amoras, o açúcar e o sumo de limão e leve a lume brando durante 3 a 4 minutos. Esmague algumas amoras com a ajuda de um garfo, para obter uma espécie de calda. Junte as folhas de gelatina bem escorridas e misture bem até derreterem completamente. Retire do lume e deixe arrefecer.

Quando estiver quase frio verta por cima do cheesecake e leve ao frigorífico até solidificar.

(Imagem cedida pela autora) Emilie dos Santos – EntreLaços e Pérolas.

Blondies

Nota Cooking: Contribuição do blog Cooking; original aqui! 🙂

Esta é a versão loira dos brownies, preparado com chocolate branco. A receita original inclui arandos vermelhos secos, que eu substitui por avelãs, pois gosto muito da ligação de chocolate com avelã. Pode no entanto incluir outros frutos a gosto.

É um bolo bastante doce, e por isso a quantidade de açúcar pode também ser um pouco reduzida a seu gosto.

Adaptado de: Cozinha sem limites, Gordon Ramsay, Porto Editora, 2013

Cooking World - BlondiesIngredientes:

230 gr de manteiga

340 gr de açúcar mascavado escuro

sal

1 c. chá de extrato de baunilha

2 ovos ligeiramente batidos

280 gr de farinha sem fermento

1/2 c. chá de bicarbonato de sódio

1 c. chá de fermento

240 gr de chocolate branco cortado em pedaços pequenos

4 c. sopa de avelãs picadas

Preparação:

Aquecer o forno a 180 ºC. Untar um tabuleiro com manteiga e forrá-lo com papel vegetal.

Derreter a manteiga numa caçarola em lume brando,  e bater com o açúcar e o sal (uma pitada). Bater bem agora vai fazer com que fique mais leve e fofa. Adicionar o extrato de baunilha e bater novamente. Retirar do lume.

Adicionar os ovos à mistura e mexer bem. Peneirar a farinha com o bicarbonato e o fermento. Adicionar aos poucos à mistura de manteiga, de modo a não fazer grumos.

Deixar arrefecer, depois envolver o chocolate e as avelãs.

Deitar no tabuleiro e espalhar uniformemente. Cozer por cerca de 35 a 40 minutos, até as extremidades exteriores estarem firmes e o centro um pouco mole.

Deixar arrefecer numa grelha e cortar em quadrados antes de servir.

(Imagem cedida pela autora) Helena Pereira – Cooking.

Peras em Calda de Vinho Branco com Especiarias

Nota Cooking: Contribuição do blog O Barriguinhas! Original aqui. 🙂

Cooking World - Peras em Calda de Vinho Branco com EspeciariasIngredientes:

6 Pêras
3 Chávenas e 1/2 de chá de açúcar
1 Chávena e 1/2 de vinho branco
2 Chávenas de água
1 Pau de canela
1 estrela de aniz

1 Cravinho

Preparação:

Leve um tacho ao lume com o açúcar, a água, o vinho e as especiarias. Logo que começe a ferver reduza para lume médio para que apure durante 25 minutos sem tapar o tacho.

Entretanto, descasque as pêras sem retirar o pé e conserve-as mergulhadas num recipiente com água fria.

Depois dos 25 minutos, insira as pêras no tacho, tape com uma tampa e deixe cozinhar em lume médio durante cerca de 30 minutos. Vire as pêras de vez em quando e regue-as com a calda.

No fim o molho fica caramelizado e espesso.

Pode servir de imediato, frio ou se preferir conservar em frascos esterilizados.

Bom Apetite 🙂

(Imagem cedida pela autora) Lúcia Fernandes – O Barriguinhas.