Puré de Couve-Flor Light

Há já muito tempo que tinha curiosidade em experimentar puré de couve-flor mas, por uma razão ou por outra, nunca cheguei a fazê-lo. Pois no sábado foi o dia! Depois de pesquisar várias receitas na internet, acabei por fazer um puré à minha maneira:

???????????????????????????????

Ingredientes:

1 couve-flor

1 c. de sopa mal cheia de queijo creme light

Sal

Pimenta

Noz-moscada

Salsa picada q.b.

Preparação:

Cozer a couve-flor em quartos (ou em raminhos, se preferirem) em água fervente com um pouco de sal.

Quando a couve estiver cozida, escorrer bem e reservar um pouco da água. Em seguida, e caso tenham cozido a couve em quartos, retirar a parte interior mais grossa; colocar a couve num recipiente e desfazê-la com a varinha mágica, adicionando um pouco da água da cozedura até atingir a consistência de puré. Acrescentar o queijo-creme e a salsa picada, temperar com pimenta e noz-moscada e misturar bem.

Está pronto a servir! E só vos digo que ficou uma delícia. 🙂

Anúncios

Cá por Casa Faz-se Assim: Quadradinhos D. Branca

Esta é mais uma das receitas vindas do caderninho da minha avó. A D. Branca era uma vizinha dela ainda em solteira e fazia estes quadradinhos, que a minha avó adorava. Um dia pediu-lhe a receita e fê-los ela. Depois de casar e ser mãe, os ditos tornaram-se num dos docinhos de eleição em sua casa. E os netos continuaram a adorá-los! Por isso deixo aqui a receita, extremamente simples mas muito saborosa, em homenagem à minha avó.

???????????????????????????????

Ingredientes:

225g de açúcar

250g de farinha

2 ovos

100g de manteiga derretida

1 c. chá de fermento

1 chávena de leite

Preparação:

Bater as gemas com o açúcar até formar uma massa homogénea; adicionar a manteiga derretida, o leite e a farinha e o fermento peneirados. Bater as claras em castelo e envolver no preparado anterior.

Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC num tabuleiro muito bem untado (eu forro com papel vegetal) cerca de 20 a 25 minutos. Depois de cozida a massa, retirar do forno e deixar arrefecer sobre uma grelha.

Desenformar e cortar em cubos do tamanho que se desejar. Os cubos podem depois ser envolvidos ou polvilhados num pouco de açúcar.

Cá por Casa Faz-se Assim: Mini Pastelinhos de Bacalhau e Grão

Por vezes as despesas inesperadas condicionam um pouco aquilo que compramos no supermercado… Por outro lado, sabe sempre bem ter uns salgaditos praticamente prontos a consumir! E em época de (suposto) calor, os mesmos dão imenso jeito para levar para a praia, para um picnic, enfim, para qualquer lado, certo? E também são ideais como entradas, aperitivos, snacks… Digamos que versatilidade não lhes falta!

Pois esta é a minha versão de pastelinhos de bacalhau… com grão! Económicos, simples e saudáveis, até porque assam no forno em vez de serem fritos. E também podem servir como refeição principal, acompanhados de um arrozinho e salada. Querem ver?

???????????????????????????????

Ingredientes:

250, de bacalhau cozido desfiado

500g de grão cozido (usei uma lata grande)

1 cebola picada

4 dentes de alho picados

1 ovo

2 c. sopa de azeite

2 c. sopa de polpa de tomate

1 c. sopa (bem cheia) de salsa picada

5 c. sopa de farinha integral

Pimenta q.b. (opcional, eu não pus)

Pão ralado q.b.

Preparação:

Picar o bacalhau e o gão na picadora até formar uma pasta.

Numa taça grande, colocar todos os ingredientes menos o pão ralado e misturar bem, de preferência com as mãos, até que se forme uma massa homogénea.

Com a ajuda de duas colheres de sobremesa, moldar os pastelinhos e passá-los por pão ralado.

Se pretender congelar os pastelinhos, dispô-los num recipiente adequado e colocá-los no congelador.

Para consumir de imediato, forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal, dispor nele os pastelinhos e levar ao forno, pré-aquecido a 200ºC, cerca de 20 minutos, virando-os a meio do tempo.

Por aqui, estas quantidades renderam 64 mini pastelinhos. 🙂

Tortilha no Forno

Nota Cooking: Contribuição do blog Doce Mais ou Menos! Original aqui. 🙂

Eu invento, tu inventas, el@s inventam, e sai uma Tortilha, com tudo o que entender lá colocar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Ingredientes:

4 ovos
presunto
queijo da ilha
1 pacote de natas de soja
atum
milho
cogumelos
azeitonas
sal
oregãos

noz moscada

Preparação:

Bater os ovos, e ir juntando, os ingredientes, batendo para os incorporar bem.

Colocar numa forma de silicone, e levar ao forno a 200º durante 25 minutos.

Deixe arrefecer um pouco e sirva-se com uma boa saladinha.

(Imagem cedida pela autora) Paula Vieira – Doce Mais ou Menos.

Cá por Casa Faz-se Assim: Ovos Estrelados em Cama de Queijo e Fiambre

Uma refeição simples, rápida e saborosa! Não faço muitas vezes, mas quando faço todos lambem os dedos…

Cooking World - Ovos Estrelados em Cama de Queijo e Fiambre 2

Ingredientes:

Ovos q.b.

1 fatia de queijo para cada ovo

1 fatia de fiambre para cada ovo

Sal

Pimenta

Azeite

Preparação:

Regue uma frigideira grande com um pouco de azeite e aqueça. quando o azeite estiver quente, disponha as fatias de fiambre na frigideira, por cima coloque as fatias de queiho e, finalmente, os ovos. Se quiser, tempere com sal e pimenta (eu, pessoalmente, não tempero, pois o fiambre e o queijo já têm sal que chegue). Deixe cozinhar em lume médio até que as claras dos ovos estejam prontas.

Por aqui, estes ovinhos estrelados fazem furor e muitas vezes são comidos só com pãozinho, mas podem ser acompanhados com arroz, salada, batatas fritas… Versatilidade não lhes falta!

Cá por Casa Faz-se Assim: Delícia de Cacau Hiper Rápida

Os doces são uma constante por aqui… Ou não tivesse eu dois filhos e um marido gulosos, para além de mim! Mas há dias em que não apetece estar a fazer coisas muito elaboradas. Nesses dias, ou sai uma gelatina, ou sai uma delícia destas – simples, rápida e muuuito saborosa!

Cooking World - Delícia de Cacau Hiper Rapida 1

Ingredientes (para 8 taças):

8 palitos La reine

1 lata de leite condensado light

400 ml de natas light

2 c. de sopa de cacau magro em pó

Preparação:

Numa taça, bater bem as natas (convém que estejam bem frias; eu costumo guardá-las no frigorífico e, antes de as bater, ponho-as durante 20 a 30 minutos no congelador). Quando estiverem bem batidas, adicionar a lata de leite condensado e bater mais um pouco.

Dividir o preparado em dois e, numa das partes, adicionar o cacau em pó.

Colocar um palito La Reine, partido em pedaços, em cada taça de servir. Cobrir com um pouco do preparado de natas e leite condensado e por cima colocar um pouco da mistura com cacau.

Servir de imediato ou guardar no frigorífico até à hora de servir.

Nota: Se quiserem podem decorar com raspas de chocolate ou amêndoa triturada, por exemplo.

Barras de Cereais

Nota Cooking: Contribuição do blog Uma Pedra de Sal! Original aqui.

Adoro cereais… Integrais, sem ser integrais, em caixa, em saco, em barra, não interessa. Gosto!

Decidi fazer barritas de cereais. Claro está que fui a esse grande repositório de informação que se chama internet inspirar-me… Calculo que ninguém nasça a saber fazer barras de cereais e eu não sou exceção.

Depois de ler um pouco e de perceber que as receitas são muito variadas consegui perceber o que não queria nas minhas barras – demasiado açúcar e demasiada gordura. De resto percebi que havia poucas regras a cumprir e que se resumem basicamente na seguinte fórmula:

– 2 + ½ cups de flocos de cereais (de aveia, de arroz, etc…)

– 1 cup de frutos secos e sementes (nozes, amêndoas, avelãs, cajus, pistácios, sementes variadas)

– 1 cup de frutas secas (passas, alperces, bagas goji, etc.)

– 1/3 + ¼ de adoçante (mel, xarope de ácer, etc.)

– 1 cup de “cola” (fruta esmagada, manteiga de amêndoa, etc.)

(1 cup é aproximadamente igual a 250 ml, mas o ideal é utilizar um copo medidor)

Depois de decidir o que utilizar e respeitando as proporções referidas, acabei por obter umas barrinhas de cereais verdadeiramente deliciosas… A única recomendação que faço é que as mantenham no frio para que não se desmanchem. Como não utilizei açúcares nem gorduras, o processo de ‘caramelização’ que ajuda a unir todos os ingredientes, não existe e por isso o frio é determinante para as manter consistentes. Não são menos saborosas, mas são sem dúvida muito mais saudáveis.

Ingredientes:cooking - barra 1

(Para 18 barritas)

– 290 gr (2 +1/2 cup) de flocos de 5 cereais biológicos

– 120 gr (1 cup) de amêndoas, cajus, avelãs (sem casca), sementes de linhaça, sementes de girassol e sementes de sésamo

– 120 gr (1 cup) de passas e tâmaras

– 1 colher de chá de canela

– 100 gr de banana esmagada (1 banana) + 50 gr de tâmaras + 80 gr de mel (juntei o adoçante e a “cola”)

Preparação:

Comece por fazer a “cola”. Coloque a banana, as tâmaras e o mel no copo da Bimby e processe 5 segundos, velocidade 7. Baixe os resíduos que ficaram agarrados ao copo e processe mais 10 segundos, velocidade 5.

Junte os restantes ingredientes, que pesou previamente, e dê 5 golpes de turbo.

Pré-aqueça o forno a 160º.

Coloque os cereais numa forma forrada com papel vegetal (utilizei uma do Ikea com uma medida 25 x 37 cm) e calque bem. Leve ao forno por 20 a 25 minutos.

Findo o tempo, retire e deixe arrefecer bem. Coloque um pouco no frigorífico se for necessário.

Quando estiver bem sólido, corte com uma faca bem afiada tentando que o golpe seja contínuo, para evitar que se desfaça e para conseguir uma barra bem direita.

Envolva em película aderente e mantenha no frigorífico até comer.

Alternativa de Preparação:

Comece por fazer a “cola”. Esmague a banana e as tâmaras num almofariz. Junte o mel e faça uma mistura bem homogénea.

Junte os restantes ingredientes, que pesou previamente, e misture bem. Aconselho a moerem grosseiramente os ingredientes maiores antes de juntar à “cola” – amêndoas, avelãs, cajus e tâmaras.

Pré-aqueça o forno a 160º.

Coloque os cereais numa forma forrada com papel vegetal (utilizei uma do Ikea com uma medida 25 x 37 cm) e calque bem. Leve ao forno por 20 a 25 minutos.

Findo o tempo, retire e deixe arrefecer bem. Coloque um pouco no frigorífico se for necessário.

Quando estiver bem sólido, corte com uma faca bem afiada tentando que o golpe seja contínuo, para evitar que se desfaça e para conseguir uma barra bem direita.

Envolva em película aderente e mantenha no frigorífico até comer.

Nota: para obter um sabor mais intenso, se quiser, pode passar as sementes e frutos secos um pouco pelo calor numa frigideira antiaderente.

Utilizei como base a informação que está aqui.

(Imagem cedida pela autora) Sónia Alegre – Uma Pedra de Sal.

Salada de Verão

Nota Cooking: Contribuição do blog Sabores Leves! Original aqui.

É verdade que no verão apetece comidas frias e as saladas são uma alternativa muito boa e saudável mesmo para quem não necessita de perder peso, mas por vezes tornamo-nos repetitivas nas nossas saladas.  Hoje deixo-vos aqui esta sugestão.

Ingredientes:cooking - saladaprimavera

Couve lombarda crua cortada em juliana fininha
Milho doce
Cenoura ralada
Maçã descascada e cortada em fatias (regar com um pouco de sumo de limão para não escurecer)
Azeitonas
Salsichas de aves cortadas às rodelas

Preparação:

Misturar tudo numa saladeira e temperar com um pouco de maionese light ou molho de iogurte.

(Imagem cedida pela autora) Lena Santos – Sabores Leves.

Atum Gratinado Aromatizado com Tomilho

Nota Cooking: Contribuição do blog Histórias e Aromas! Original aqui.

Hoje deixo aqui um pratinho que fiz num dia em que não estava mesmo nada virada para a cozinha!

Tudo o que me aparecia à frente não me apetecia, até que vi umas latinhas de atum e toca de utilizá-las!

Sirvam-se.

cooking - Atum Gratinado

Ingredientes:

2 Latas de Atum Médias (em Água)
1 Lata de Atum Média (em Azeite)
Massa Espiral Milaneza
1 Cebola
1 Pacote de Bechamel Levíssima (grande) Parmalat
Polpa de Tomate q.b
Tomilho q.b
Queijo Ralado q.b
Sal

Preparação:

Coze-se a massa conforme as instruções da embalagem e coloca-se num tabuleiro de ir ao forno.

Unta-se a Wok com azeite, pica-se a cebola e refoga-se. Junta-se a polpa de tomate, uma pitada de sal e de açúcar e deixa-se ferver.

Junta-se o atum (previamente escorrido e às lascas) e deixa-se cerca de 3 minutos em lume brando.

Coloca-se no tabuleiro juntamente com as massas, mistura-se bem, cobre-se com o bechamel, polvilha-se com queijo ralado e tomilho.

Leva-se ao forno pré aquecido a 180º até ficar douradinho.

A quantidade de polpa de tomate é relativa, junte ao seu gosto até ficar cremoso o suficiente.

Acompanhei com manga e milho!

Adorei o sabor do tomilho, ficou um prato muito saboroso, rápido e barato. Eu junto sempre uma pitada de açúcar quando utilizo tomate para reduzir a sua acidez; cá em casa tenho por hábito utilizar atum em água pois torna-se mais saudável, mas nestas ocasiões misturo sempre com uma lata de azeite para realçar mais o seu sabor.

(Imagem cedida pela autora) Cláudia Lameiras – Histórias e Aromas.

Cá por Casa Faz-se Assim: Bolo-Pudim de Pão Light

Um pão de forma integral foi o ponto de partida para este bolo-pudim! Explicando…

O meu marido tinha comprado uma embalagem de pão de forma integral fatiado, mas entretanto havia em casa pão caseiro e o outro foi ficando esquecido, até que chegou o último dia do respectivo prazo de validade. Ora como não gosto de estragar nada, toca de aproveitar o pão que, transformado neste bolo-pudim, foi tudo consumido. 🙂

Além disso, é uma receita económica, simples, rápida e muito saborosa, principalmente se estiver fresquinha!

Cooking World - Bolo-Pudim de Pão Integral Light 1

Ingredientes:

1/2l de leite magro

4 c. de sopa de adoçante em pó

2 ovos + 3 claras

12 fatias de pão de forma integral

Caramelo líquido para decorar (opcional)

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 200ºC.

Bater muito bem todos os ingredientes no liquidificador.

Colocar o preparado numa forma muito bem untada e levar ao forno cerca de 25 minutos.

Desenformar depois de frio e servir com um pouco de caramelo líquido.

Experimentem, que fica muito bom!!

Cá por Casa Faz-se Assim: Queques de Banana e Chocolate

4 bananas já muito madurinhas foram o mote para estes queques, que saíram uma verdadeira delícia!

A receita é um pouquinho diferente das habituais, já que também leva as cascas das bananas – uma bela maneira de não desperdiçar nada e ao mesmo tempo beneficiar das propriedades constantes da casca deste fruto!

A receita original veio daqui, mas fiz algumas alterações. 🙂

Cooking World - Queques de Banana e Chocolate

Ingredientes:

4 bananas

1 cháv. de leite

1/2 cháv. de óleo

2 cháv. de farinha

2 cháv. (mal cheias) de açúcar

3 ovos

1 c. de sopa de achocolatado em pó

1 . de sobremesa de fermento em pó

1 tablete de chocolate

IMG_0222 (448x336)

Preparação:

Pré- aquecer o forno a 180ºC.

Lavar muito bem as bananas, secá-las, descascá-las e cortar em pedaços as cascas e as bananas em si, separadamente; reservar.

No liquidificador, bater bem o óleo, o leite, as gemas e as cascas das bananas até formar uma pasta homogénea. Transferir para uma taça grande.

Misturar o açúcar com a farinha e o fermento. Aos poucos, adicionar esta mistura ao preparado anterior, com a ajuda da batedeira. Bater bem. Adicionar as bananas em pedaços e as claras em castelo.

Colocar em formas para queques forradas com as respectivas forminhas de papel e em cada uma adicionar um pedaço de chocolate (cerca de meio quadradinho).

Levar ao forno cerca de 25 min.

Deixar arrefecer antes de desenformar.

Esta receita rendeu, cá em casa, 30 queques… Mas as minhas chávenas são enormes! 🙂

Cá por Casa Faz-se Assim: Bolachinhas Light de Chá de Maçã e Canela

Umas bolachinhas para acompanhar um cházinho caem sempre bem, certo? Então e se forem feitas com chá??

Cooking World - Bolachinhas Integrais de Cha de Maca e Canela 1

Ingredientes:

185g de farinha integral

2 c. sobremesa de fermento

2 c. sopa de leite magro

1 clara de ovo

25g de adoçante em pó

100g de iogurte natural magro

3 saquetas de chá de maçã e canela

Preparação:

Amassar muito bem todos os ingredientes, incluindo o conteúdo das saquetas de chá.

Colocar a massa no dispara-biscoitos e dar a forma que se quiser às bolachinhas, cobre um tapete de silicone ou tabuleiro de forno forrado com papel vegetal.

Levar a formo pré-aquecido a 175ºC cerca de 12 minutos ou até as bolachinhas ficarem douradinhas nas bordas.

Deixar arrefecer sobre uma rede.

Espero que gostem!! Os meus filhos deram cabo das bolachinhas numa só tarde, por pouco não conseguia fotografá-las. 😀

Cá por Casa Faz-se Assim: Perna de Peru no Forno

Aqui há dias comprei no talho uma perna de peru e pensei em fazê-la de acordo com esta receita, da Lena Santos… Mas, por portas e travessas, acabei por não conseguir deixar a dita a marinar!

Ora com uma perna de peru a ter de ser consumida e sem tempo para receitas que implicassem marinadas de 12h ou mais, resolvi pôr mãos à obra e criar o meu próprio tempero – teria de ser algo que desse sabor quase instantâneo, certo??

Perna de Peru no Forno 1Ingredientes:

1 perna de peru (peça no talho para darem uns golpes na mesma, para que asse mais depressa)

2dl de cerveja

2 dl de iogurte natural magro (ou natas)

1 c. sopa bem cheia de massa de pimentão

1 c. de sopa de molho inglês

1 pacote de sopa de cebola

Preparação:

Numa taça, coloque o pacote de sopa de cebola, a massa de pimentão, o molho inglês e um pouco de cerveja; misture e barre a perna de peru com o preparado. Coloque a perna de peru num tabuleiro de forno, com a pele (se tiver) virada para baixo.

Noutra taça, misture o iogurte natural (ou as natas) com o resto da cerveja. Regue o peru com esta mistura e leve ao forno a 180ºC durante cerca de 1h20m, virando o peru a meio do tempo.

Sirva acompanhado de arroz branco, arroz integral, batatas fritas e/ou legumes salteados.

Nota: A perna de peru que comprei tinha cerca de 2,400 kg e rendeu duas refeições para 4 pessoas, acompanhada por um salteado de couve portuguesa migada e cogumelos.

Simples, não é?? E ficou deliciosa!!

Açorda de Bacalhau com Tomate

Nota Cooking: Contribuição do blog O Barriguinhas! Original aqui. 🙂

Cooking World - Acorda de Bacalhau com Tomate

Ingredientes:

1 posta de bacalhau demolhado

1 cebola

3 dl de azeite

1 dente de alho

3 tomates maduros

750 g de pão caseiro

sal e pimenta

4 ovos

Água a ferver

Um fio de azeite e 1 dente de alho

Coentros ou salsa

Preparação:

Corte a cebola às rodelas, pique o alho, retire a pele dos tomates e corte em pedaços, coloque num tacho com o azeite e por cima ponha a posta de bacalhau demolhado. Deixe a cebola refogar, com a posta de bacalhau. Quando a cebola alourar retire o tacho do lume, retire as peles e espinhas, desfaça o bacalhau em lascas. Junte as lascas do bacalhau ao refogado e leve de novo o tacho ao lume.

Regue com um pouco de água e adicione a calda de tomate. Deixe apurar.

Leve um tacho ao lume com o fio de azeite e o dente de alho.

Entretanto, desfaça o pão em pedaços pequenos, introduza o pão no tacho e vá vertendo a água a ferver até embeber bem. Misture o pão com o bacalhau. Bata os ovos com sal e pimenta e envolva na açorda. Rectifique os temperos. Sirva de imediato.

Dica: Salpique com coentros picados ou salsa.

(Imagem cedida pela autora) Lúcia Fernandes – O Barriguinhas.

Cá por Casa Faz-se Assim: Doce de Morango Light

Porque os doces sabem muito bem, nada se pode estragar, os morangos são deliciosos e é preciso ter algum cuidado com a linha, resolvi fazer este doce… Mas light, para poder saboreá-lo com relativo à vontade!

E ficou maravilhoso; de tal forma, que os meus filhos deram cabo dele e eu… Fiquei a ver navios, hahahahaha!

A receita não tem nada de especial e nem deve ser original, mas como não a pesquisei em lado nenhum, não coloco aqui nenhuma fonte…

???????????????????????????????

Ingredientes:

500g de morangos

25g de adoçante em pó

3 c. de sopa de sumo de limão

Preparação:

Arranjar os morangos lavando-os bem, retirando o pé e partindo em pedaços.

Colocar os morangos num tachinho, juntamente com o adoçante e o sumo de limão; deixar cozinhar até engrossar, mexendo sempre (cerca de 20 minutos).

Quem quiser pode passar com a varinha mágica para que o doce fique mesmo em puré, sem pedaços de morangos. Caso contrário, é só colocar num frasquinho esterilizado, deixar arrefecer com o frasco virado para baixo para criar vácuo e guardar ou consumir!

Mais fácil não podia ser, certo??

Madalenas

Nota Cooking: Contribuição do blog O Gosto pela Cozinha! Original aqui

Eu sou fã de Madalenas, quando vejo à venda não resisto, tenho de comprar, mas as que eu gosto mesmo são umas que há à venda em Espanha, o problema é que agora nem sempre consigo encontrar com facilidade.

Uma madalena com um belo copinho de leite, faz as minhas delícias…..

Esta receita encontrei num livro de receitas muito velhinho que é da minha mãe, não podia deixar de experimentar fazer uma coisa de que gosto tanto não é verdade?

Ingredientes:cooking world - madalenas

8 colheres de farinha maizena

250 gr de farinha de trigo

175 gr de açúcar

6 colheres de sopa de leite

2 ovos

10 colheres de sopa de azeite

1 colher de sobremesa de fermento em pó

1 colher de sopa de licor (usei licor beirão)

raspa de laranja ou limão (usei de laranja)

Preparação:

Bater os ovos com o açúcar, o leite, o azeite, e a raspa de laranja. Juntar a farinha de trigo misturado com a farinha maizena, o fermento e o licor, mexer bem.

Colocar a massa em formas de papel (eu coloquei em formas de silicone, mas para a próxima, vou usar, acho que deve ficar melhor), polvilhar com açúcar e levar ao forno previamente aquecido, durante 15 minutos.

E agora fiquem bem, que eu hoje vou lanchar já sabem o quê, não sabem?

São servidas?

(Imagem cedida pela autora) Élia Magro – O Gosto pela Cozinha.