Bolachinhas sempre Prontas!

Cooking World - Bolachinhas da Minha Avo 1Há determinadas alturas do ano em que as bolachas fazem sempre parte da ementa, acompanhadas de mil e uma outras guloseimas… Ele são as festas de aniversário, as comemorações em família ou entre amigos, o Natal, a Páscoa, um simples lanche entre amigas… E por vezes é complicado gerir o tempo para se fazer tudo o que se pretende; além disso, estes dias implicam muitas horas em pé, e os mesmos começam a queixar-se! (Os meus que o digam…)

Pois reduza as complicações e preocupações fazendo algumas coisas antecipadamente! As bolachinhas são uma boa opção, já que a maior parte das massas para bolachas aguentam cerca de 3 meses no congelador; e se as guardar logo em pequenas bolinhas, na altura em que precisar delas é só colocar no forno, nem precisa de descongelar!

Para conseguir tal proeza basta fazer a massa e em seguida, com uma colher de servir gelados (daquelas arredondadas), ou até apenas com as mãos, fazer pequenas bolinhas; coloque as bolinhas num tabuleiro forrado com papel vegetal e leve ao congelador cerca de 15 a 20 minutos, para enrijarem um pouco; depois, é só colocá-las num recipiente ou saco de congelação, etiquetar e guardar até ao momento de colocar no forno!

Fonte: Real Simple.

A Sua Cozinha tem Pouco Espaço? Aproveite-o bem!

Se tem uma cozinha pequena (ou se tem mais utensílios de cozinha do que os que cabem dentro da mesma 😛 ), aproveite bem o espaço! Algumas ideias:

  1. Utilize pequenas prateleiras ou até mesmo caixas empilháveis para maximizar a capacidade de arrumação dos armários.
  2. O forno, quando não está em uso, pode servir para guardar tabuleiros e travessas de forno, por exemplo.
  3. Se tem espaço livre entre os armários superiores e o tecto, não o desperdice – Use-o para guardar tabuleiros, por exemplo, ou caixas com utensílios que utiliza com menos frequência.
  4. Utilize preferencialmente recipientes plásticos ou caixas quadradas ou rectangulares empilháveis e de paredes direitas – desta forma minimiza o espaço “morto” criado pela arrumação deste tipo de produtos.
  5. Destralhe a sua cozinha – Não significa desatar a deitar fora tudo aquilo que não consegue arrumar, mas sim ponderar sobre as coisas que tem e o destino a dar-lhes – será que precisa realmente de 30 panos de cozinha, dois faqueiros a uso, 3 tesouras de trinchar e 10 colheres de pau?? Então e os copos? Será que precisa dos 30 mil que foi ganhando ao longo dos anos em diversas promoções, só porque sim? (Eu tinha 9 copos de uma famosa cadeia de fast food que nunca eram utilizados… Pois foram habitar para outra casa, que por aqui estavam a mais…)
  6. Os livros de cozinha e culinária: Fazem falta quando estamos na cozinha e não na sala ou no escritório, certo? Pois então arranje um cantinho para eles no local certo! Coloque uma pequena prateleira numa parede, por cima da janela, ou até mesmo numa porta.
  7. Os panos de cozinha não precisam de ser guardados numa gaveta… Se tem poucas gavetas, arranje uma caixa para guardar os panos e coloque-a, por exemplo, em cima do frigorífico; ou disponha-os num cesto decorativo e utilize-os como forma de decoração da cozinha – prático e funcional porque os panos estão sempre à mão, e bonito, porque decora o ambiente!

Não se esqueça de etiquetar as caixas de arrumação que utilizar, de forma a saber o que contém cada uma!

Congelar Ovos!

Cooking World - OvosQuase ninguém congela ovos, a não ser as claras. Mas é perfeitamente possível congelar ovos inteiros… Se bem que não podem ser congelados na própria casca, pois os líquidos expandem-se com o congelamento e a casca dos ovos partir-se-ía.

Então, para congelar ovos, retire-os da casca, mexa-os levemente com um garfo e adicione uma colher de café de sal ou de açúcar (conforme os ovos se destinem a preparações salgadas ou doces).

Acondicione os ovos no recipiente pretendido e guarde no congelador ou arca frigorífica, não sem antes etiquetar o recipiente – data de congelação, quantidade de ovos e tipo de utilização (doces ou salgados).

Os ovos aguentam até 10 meses quando congelados de acordo com este processo.

E pode sempre utilizar a forma de congelamento tradicional – claras de um lado e gemas do outro!

Uma boa forma de aproveitar ovos cujo prazo de validade se aproxima do final, bem como aproveitar promoções neste artigo para comprar em quantidade. 🙂

Fonte: FazFácil.

Utensílios de Cozinha: Panelas de Barro

Imagem retirada da internet via Google Imagens

Imagem retirada da internet via Google Imagens

Muito utilizadas pelas nossas avós, as panelas de barro caíram em desuso, mas nos últimos anos têm vindo a ser recuperadas!

Estas panelas são ideais para receitas típicas e regionais que contenham muito molho, pois realçam o sabor e o gosto dos alimentos. Eu adoro-as para fazer arroz, por exemplo! Tenho uma que ainda sobrevive dos tempos da minha avó. 🙂

As panelas de barro demoram algum tempo a aquecer, mas uma vez quentes mantém o calor por mais tempo também, sendo perfeitas para servir à mesa em situações mais informais ou ambientes rústicos.

Antes de utilizar pela primeira vez uma panela de barro, convém deixá-la de molho em banho maria cerca de 20 minutos em água a ferver – este procedimento retira qualquer odor ou sabor a barro.

Para lavar, basta recorrer a uma esponja macia e detergente neutro para louça. 🙂

Fonte: FazFácil.

Para Poupar na Cozinha…

Como já devem ter percebido, eu gosto muito de dicas de poupança! Afinal, cozinhar e descobrir pratos novos é muito bom, mas é preciso ter em conta o orçamento, certo? Por isso, aqui ficam mais algumas dicas que permitirão poupar mais uns cêntimos na cozinha. 🙂

Molhos:

Fez um assado ou um estufado e sobrou-lhe molho no fundo da panela ou da assadeira?

Utilize-o, por exemplo, para aromatizar outras refeições, em substituição de caldos de carne, peixe ou legumes de compra.

Se não o utilizar de imediato, pode congelá-lo, colocando-o em cuvetes de gelo vazias ou pequenas caixas plásticas.

Pode também reantabilizar um poiuco mais estes molhos, adicionando-lhes um pouco de vinho ou cerveja.

Para evitar a presença de restos de ingredientes sólidos no molho, passe-o por um coador.

22072011290

Cascas de Abacaxi:

Não as deite fora! Pelo contrário, aproveite-as para fazer um belo sumo; como? Assim:

  • Lave muito bem a casca e corte-a em pedaços pequenos.
  • Leve as cascas ao lume num tacho com água e deixe ferver durante cerca de 20 minutos.
  • Deixe arrefecer e passe o sumo por um coador.
  • Guarde no frigorífico.

Se preferir, poderá juntar paus de canela, açúcar, adoçante… a seu gosto!

Nota: Eu utilizo estas duas dicas em minha casa há anos e, embora saiba que as retirei da internet, não consigo encontrar a respectiva fonte, pois na altura ainda era novata nestas andanças e não tomei nota… Se por acaso alguém as reconhecer como suas, agradeço que entre em contacto para que eu possa colocar a indicação!

Cá por Casa Faz-se Assim: Afiar as Pás do Liquidificador

Imagerm retirada da internet via Google Imagens

Imagerm retirada da internet via Google Imagens

Eu tenho um truque para afiar as pás do meu liquidificador e da trituradora também! Cascas de ovo. 🙂

Isso mesmo, cascas de ovo! Da próxima vez que fizerem um bolo, uma omolete ou qualquer outra coisa que leve ovos, não deitem fora as cascas; em vez disso, coloquem-nas no liquidificador e/ou na trituradora e triturem-nas até que fiquem em pó. Vão ver que os aparelhos ficam com as pás super afiadas!

E já agora, aproveitem esse pó de cascas de ovo e coloquem um pouco nas vossas plantas e hortas caseiras – as cascas de ovo são ricas em cálcio e um excelente adubo natural, além de evitarem o desperdício. 🙂