Brigadeiros de Cenoura e Chocolate em Caixinhas de Massa Filo

Na semana passada apetecia-me fazer uns brigadeiros, mas ao mesmo tempo não queria uns brigadeiros “tradicionais”. Tinha no frigorífico uma embalagem de massa filo e pus a imaginação a trabalhar, a partir da inspiração vinda daqui

???????????????????????????????

Ingredientes:

4 folha de massa filo, cortadas em 9 quadrados cada uma (para fazer 12 caixinhas)

2 cenouras médias

1 lata de leite condensado (usei magro)

50g de manteiga

50g de chocolate em tablete

Manteiga derretida q.b.

Côco ralado para decorar

Preparação:

Comecemos pelas caixinhas: Forre forminhas de alumínio com um quadrado de massa filo, pincele o mesmo com um pouco de manteiga derretida, coloque outro quadrado de massa, pincele novamente e coloque mais um quadrado de massa. Se quiser, acerte as pontas com uma tesoura, para as caixinhas ficarem mais perfeitinhas.

Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 10 minutos ou até que a massa fique cozida e douradinha. Reserve.

A massa dos brigadeiros: Pique muito bem as cenouras no liquidificador com 2 a c. de sopa de água (quanto menos, melhor). Num tachinho, coloque o leite condensado, a manteiga, o chocolate em pedaços e a cenoura picada. Cozinhe, mexendo com uma colher de pau, até engrossar e atingir ponto de estrada larga. Apague o lume e deixe arrefecer um pouco.

Entretanto, retire as caixinhas de massa filo das forminhas de alumínio com cuidado, para não se partirem; coloque 1 a 2 c. de sopa mal cheias do preparado de cenoura e chocolate nas caixinhas, salpique com um pouco de côco ralado e leve ao frigorífico por duas a três horas antes de servir!

Cá por casa desapareceram num ápice… Aliás, por pouco nem conseguia fotografar! 😀

Gelado de Xarope de Groselha

Aqui há dias resolvi comprar uma máquina de gelados… E tal como já é meu hábito, não fui capaz de começar pelo mais simples, ou seja, experimentá-la e habituar-me a ela com receitas já testadas… Não, tive logo de começar a inventar!

E assim, o primeiro geladinho a sair do meu novo “brinquedo” foi de groselha e bem saudável! Querem ver??

???????????????????????????????

Ingredientes:

200ml de creme de soja (substituto de natas)

300ml de iogurte natural magro

1dl de xarope de groselha

2 c. sopa de adoçante em pó (mas acho que não era preciso!)

Preparação:

Refrigerar bem todos os ingredientes.

Bater o creme de soja até que fique firme (juntei umas gotinha de sumo de limão para facilitar a tarefa); depois do creme batido, adicionar os iogurtes, o adoçante e o xarope de groselha e misturar bem.

Colocar o preparado na máquina de gelados e deixar em funcionamento por 40 minutos. Colocar no congelador cerca de 1/2 hora se necessário e servir!

Viram?? Simples, económico, rápido e saudável! Fez sucesso cá por casa 🙂

Gelado de Natas e Redução de café

Nota Cooking: Contribuição do blog 7 Gramas de Ternura! Original aqui. 🙂

_20130603_P6030075

Ingredientes:

2 iogurtes naturais
2 dl de natas
1/2 lata de leite condensado
4 claras
5 c. sopa de redução de café Casa da Prisca.
sumo de meio limão

Preparação:

Bata as natas na batedeira até estarem bem firmes. Junte os iogurtes e bata mais um pouco. Adicione o leite condensado e envolva. Bata as claras em castelo firme e adicione-as ao preparado anterior, com a ajuda de uma colher metálica. Adicione a redução de café, o sumo de limão e envolva devagar.

Coloque o preparado numa caixa com tampa e leve ao congelador. Cerca de 15 minutos antes de utilizar, retire o gelado do congelador. Sirva o gelado com um fio de redução de café por cima.

(Imagem cedida pela autora) Mª José Machado – 7 Gramas de Ternura.

Cheesecake de Côco e Amoras

Nota Cooking: Contribuição do blog EntreLaços e Pérolas! Original aqui. 🙂

Desta vez quis fazer uma sobremesa que combinasse amoras com outro sabor, só para escapar ao tradicional e habitual cheesecake… Pesquisei várias receitas, na esperança de encontrar uma resposta… Surgiu-me à ideia o limão, as framboesas… e depois o côco! Hum.. Qual o melhor? Optei pelo côco, por não ser habitual esta combinação de sabores e porque fiquei curiosa do resultado que iria obter. No fundo acabei por juntar ingredientes de duas receitas diferentes e criar uma receita adaptada ao que pretendia!

Posso dizer que é uma boa combinação de sabores, o doce e fresco do côco contrasta com o sabor ácido da amora… Não é o namoro ideal mas também não é de rejeitar! Pelo menos não restou nada no prato dos convidados… (parece-me bom sinal!)

Para quem quer fugir à regra de vez em quando, esta é uma boa opção.

No vasto leque de receitas de cheesecake, existem os que vão ao forno (que habitualmente levam ovos) e os que se ficam pelo ida ao frigorífico (confeccionados com natas e folhas de gelatina). Sinceramente, prefiro sempre jogar pelo seguro quando se trata de fazer um cheesecake para receber amigos cá em casa e, como tal, prefiro os que vão ao forno, pois sei que firmes ficam de certeza e que ao retirar a forma não haverá surpresas! Têm a “desvantagem” de adquirir uma cor mais amarelada, pelos ovos cozinhados, e não apelam tanto à gula como os outros que ficam brancos e cremosos. Questão estética à parte, tanto uns como os outros são sempre bemvindos! Deixo-vos a receita que adaptei.

Cooking World - Cheesecake de Coco e AmorasIngredientes:

200g de bolachas de aveia
80g de manteiga derretida
400g de queijo creme tipo Philadelphia
1 iogurte com aroma de côco
100g de açúcar
40g de côco ralado
4 ovos
200g de amoras
50g de açúcar
3 folhas de gelatina

1 colher de sopa de sumo de limão

Preparação:

Triture as bolachas, adicione a manteiga previamente derretida até obter uma mistura areada e cubra uniformemente o fundo da forma de aro amovível pressionando bem até obter uma camada compacta. Reserve 30 minutos no frigorífico.

Pré-aquecer o forno a 160ºC.

Num recipiente bata o queijo creme com o açúcar e junte os ovos, um a um, misturando bem. Adicione o iogurte e o côco ralado e envolva bem. Verta o preparado na forma, sobre o fundo de bolachas.

Leve ao forno durante cerca de 45 a 50 minutos. Deixar arrefecer e coloque no frigorífico durante 8 horas.

A camada de amoras deve ser preparada quando o cheesecake já estiver frio. Para tal, comece por colocar as folhas de gelatina em água fria, para demolhar.

Num tacho, junte as amoras, o açúcar e o sumo de limão e leve a lume brando durante 3 a 4 minutos. Esmague algumas amoras com a ajuda de um garfo, para obter uma espécie de calda. Junte as folhas de gelatina bem escorridas e misture bem até derreterem completamente. Retire do lume e deixe arrefecer.

Quando estiver quase frio verta por cima do cheesecake e leve ao frigorífico até solidificar.

(Imagem cedida pela autora) Emilie dos Santos – EntreLaços e Pérolas.

Blondies

Nota Cooking: Contribuição do blog Cooking; original aqui! 🙂

Esta é a versão loira dos brownies, preparado com chocolate branco. A receita original inclui arandos vermelhos secos, que eu substitui por avelãs, pois gosto muito da ligação de chocolate com avelã. Pode no entanto incluir outros frutos a gosto.

É um bolo bastante doce, e por isso a quantidade de açúcar pode também ser um pouco reduzida a seu gosto.

Adaptado de: Cozinha sem limites, Gordon Ramsay, Porto Editora, 2013

Cooking World - BlondiesIngredientes:

230 gr de manteiga

340 gr de açúcar mascavado escuro

sal

1 c. chá de extrato de baunilha

2 ovos ligeiramente batidos

280 gr de farinha sem fermento

1/2 c. chá de bicarbonato de sódio

1 c. chá de fermento

240 gr de chocolate branco cortado em pedaços pequenos

4 c. sopa de avelãs picadas

Preparação:

Aquecer o forno a 180 ºC. Untar um tabuleiro com manteiga e forrá-lo com papel vegetal.

Derreter a manteiga numa caçarola em lume brando,  e bater com o açúcar e o sal (uma pitada). Bater bem agora vai fazer com que fique mais leve e fofa. Adicionar o extrato de baunilha e bater novamente. Retirar do lume.

Adicionar os ovos à mistura e mexer bem. Peneirar a farinha com o bicarbonato e o fermento. Adicionar aos poucos à mistura de manteiga, de modo a não fazer grumos.

Deixar arrefecer, depois envolver o chocolate e as avelãs.

Deitar no tabuleiro e espalhar uniformemente. Cozer por cerca de 35 a 40 minutos, até as extremidades exteriores estarem firmes e o centro um pouco mole.

Deixar arrefecer numa grelha e cortar em quadrados antes de servir.

(Imagem cedida pela autora) Helena Pereira – Cooking.

Crumble de Pêra e Chocolate

Nota Cooking: Contribuição do blog (quase) homónimo, Cooking; original aqui! 🙂

Esta é uma combinação clássica. Um pouco de chocolate vai destacar a
doçura da pêra, mas se for em demasia irão perder-se os aromas da fruta, por isso deve ser usado com moderação. A adição de nozes ao crumble é a forma perfeita de ligar estes dois sabores.

Adaptado de: Desserts,Vários autores, Hachette Livre (Marabout), 2012.

Cooking World - Crumble de Pera e ChocolateIngredientes (para 4 pessoas):

4 pêras não muito grandes

50 gr de açúcar mascavado

raspa de 1 limão

sumo de 1/2 limão

50 gr de chocolate de leite em pequenos pedaços

Para o crumble

100 gr de farinha

50 gr de manteiga amolecida, cortada em pedaços

50 gr de açúcar mascavado

50 gr de chocolate de leite em pequenos pedaços

50 gr de nozes em pedaços

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180 ºC.

Untar com manteiga 4 taças e colocá-las sobre um tabuleiro de forno.

Misturar as pêras, cortadas em pedaços, com o açúcar, o sumo e raspa de limão e o chocolate.

Preparar o crumble: numa taça trabalhar com as pontas dos dedos a farinha e a manteiga até obter uma mistura granulada. Adicionar o açúcar, o chocolate e as nozes.

Repartir a mistura de pêras pelas taças e deitar por cima o crumble, comprimindo ligeiramente com uma colher.

Levar ao forno cerca de 15 minutos, até que fiquem com a superfície dourada.

(Imagem cedida pela autora) Helena Pereira – Cooking.

Stand By Brownies

Nota Cooking: Contribuição do blog Bem Bons…! Original aqui. 🙂

Se pudesse escolher o que mais gosto de comer, escolhia sem pensar muito, chocolate. É daquelas coisas que não posso passar sem. Umas vezes um quadradinho, outras (em dias gulosos) um pouco mais que isso.

O mais engraçado é que mousse de chocolate dispenso, como, mas não é uma variante chocólatra que me leve aos píncaros. Sou mesmo apreciadora do puro, da tablete de chocolate, que adoro desembrulhar como se fosse uma prenda.

E por falar em prendas, se receber chocolate faz de mim uma mulher feliz, conseguem fazer-me ainda mais se nesse chocolate estiver o companheiro ideal, o caramelo.

Tenho dias em que podia comer só isso, é claro que não o faço, mas podia… E quando tenho dias em que o chocolate chama tão alto que o tenho de calar de alguma maneira, procuro uma receita indulgente e pecaminosa. Esta, é tudo isso e mais alguma coisa… Receita retirada do blog “Milk & Honey”.

Cooking World - Standby BrowniesIngredientes:

150 gr manteiga

275 gr açúcar

75 gr cacau

1 c. chá de extrato de baunilha

3 ovos

75 gr farinha

Preparação:

Pré aquecer o forno a 160ºc e preparar uma forma de 20 cm quadrada com papel vegetal ( não necessita untar)

Combinar a manteiga, o açúcar e o cacau numa panela pequena e levar ao lume baixo até que a manteiga se derreta e tudo esteja homogéneo.

Deitar o preparado numa tigela e juntar lhe a baunilha e os ovos mexendo bem

Deitar lhe a farinha e envolver sem bater demasiado.

Deitar a massa na forma e levar ao forno por 30-35 minutos ou até que o centro fique firme.

Alguém houve o chocolate gritar??? Eu partilho….

(Imagem cedida pela autora) Ana Rita – Bem Bons…

Geleia de Pêssego com Baunilha

Nota Cooking: A primeira contribuição do blog Bem Bons e da sua autora, Ana Rita! 🙂

Com o friozinho que se faz sentir, nada melhor que uma chavena de chá de Camomila (ou outro a gosto!), com um bolinho. Mas e quando não há bolinho e apetece algo doce a acompanhar?

Uma torradinha com doce faz o jeito…

Cooking World - Geleia de Pessego e BaunilhaIngredientes:

6 pêssegos (cerca de 1,200 kg)

2 colheres sopa água

500 gr de açúcar gelificante*

vagem de baunilha

Preparação:

Lavam-se os pêssegos e pelam-se (escaldando-os em água quente por 15 segundos).

Cortam-se em pedaços e colocam-se num tacho com 2 colheres sopa de água e com a vagem.

Levar ao lume até a fruta estar meia desfeita. Nessa altura, adicionar o açúcar e mexer. Deixar ferver 3 minutos apenas e retirar do lume.

Colocar em frascos esterilizados , tapar e voltar ao contrário para criar vácuo.

*O açúcar gelificante é um açúcar que tem um elevado teor de pectinas, o que dá a tal capacidade de gelificar. Consegui encontrá-lo nos Supermercados Aldi, mas poderão encomendá-lo através daqui.

Bem Bom…

(Imagem cedida pela autora) Ana Rita – Bem Bons…

Magnum 5 Kisses

Cooking World - Magnum 5 KissesPrimeiro Beijo, Beijo Apaixonado, Beijo Sedutor, Beijo Roubado e Beijo Fatal são os cinco gelados com que a Magnum quer surpreender e desafiar os consumidores, através da edição, exclusiva e limitada, Magnum 5 Kisses. A edição foi lançada a nível mundial e os seus dois primeiros “beijos” são o Primeiro Beijo e o Beijo Apaixonado.

O Primeiro Beijo é um gelado de leite com molho de caramelo e açúcar queimado, coberto por chocolate de leite, sendo o sabor Crème Brulée. Já o Beijo Apaixonado é um gelado de baunilha, molho de frutos vermelhos, mirtilos vermelhos e pedaços de merengue, coberto com chocolate de leite, com sabor a suspiro e frutos vermelhos (qualquer um dos dois me parece uma verdadeira tentação).

Os sabores dos restantes gelados que compõem a edição Magnum 5 Kisses serão revelados a seu tempo… Mas cheira-me que vêm por aí verdadeiros atentados à nossa elegância!

Fonte: Distribuição Hoje.

Campo Pequeno: Mercado Gourmet

Cooking World - Mercado GourmetDe 8 a 10 de março terá lugar a 2ª edição do mercado Gourmet no Campo Pequeno; será que é desta que eu vou?? É que da primeira vez fiz planos para ir e à última da hora… Não deu para ir, ora bolas!

Mas passando ao que interessa, o evento decorrerá então então de 8 a 10 de março, entre as 11h e as 21h. A entrada é gratuita e poderemos apreciar dezenas e dezenas de coisinhas boas e todas portuguesas ou, no mínimo, confecionadas no nosso país!

Diz a página do evento no facebook:

O Campo Pequeno vai recriar o espírito dos mercados antigos portugueses onde se podia encontrar um pouco de tudo, adaptando-o à temática Gourmet, entre os dias 8 e 10 de Março.

 Vamos voltar a reunir no mesmo espaço, o que de melhor se faz em Portugal nesta área. Todos os produtos presentes, são de origem exclusivamente portuguesa ou manufacturados no nosso país.

 Objectivos:

– Contribuir para a divulgação, estimulo e sustentabilidade de micro actividades produtivas nacionais, de elevadíssima qualidade, que pela sua reduzida dimensão dificilmente chegam ao conhecimento do grande público. Muitas destas actividades são construídas com admirável persistência, paixão e engenho, nas mais variadas vertentes, constituindo notáveis exemplos de inovação e criatividade nacionais.

– Sensibilizar o público para a aquisição de produtos portugueses, estimulando actividades da nossa micro economia, a preços justos e vantajosos.”

Para saberem mais, podem consultar a página de facebook ou enviar email para: mercadogourmetcp@gmail.com.

Fonte: Praça do Campo Pequeno.

Arroz Doce Exótico

Cá por casa é tudo verdadeiramente doido por arroz doce; costumo fazer de vez em quando e sigo sempre uma receita de família que já vem dos tempos da minha avó e que não tem absolutamente nada de original. Mas às vezes tenho vontade de inovar, por isso andei a pesquisar e cheguei até esta receita de arroz doce exótico; pareceu-me bem, com papaia e leite de coco… É para experimentar em breve!

ICooking World - Arroz Doce Exóticongredientes:

100g de arroz carolino
1L de água
4dl de leite de coco
6 colheres de sopa de Sidul Light
1/2 colher de chá de sal
3 papaias
4 ramos de alecrim ou hortelã para decoração

Preparação:

Corte as papaias ao meio e retire as sementes.

Retire a casca a 2 metades de papaia e corte em tiras para decorar.

Coloque a água ao lume com o sal. Quando estiver a ferver junte o arroz e deixe cozer.

Quando o arroz estiver quase cozido escorra um pouco de água, de forma a deixar o arroz coberto. Junte o Sidul Light e o leite de coco. Deixe acabar de cozer.

Retire do lume. Com uma colher de sopa encha as metades de papaia.

Depois de frio decore com as fatias de papaia e com o alecrim ou com hortelã.

Fonte: Sidul.