Uma Espécie de Arroz de Peixe

Na arca congeladora, uma embalagem de caldeirada de peixe chamava por mim… Mas cadê as batatas?? Tinham fugido! Toca de fugir da caldeirada e partir para um arroz, pois então:

???????????????????????????????

Ingredientes:

1 emb. de caldeirada de peixe congelada

1 emb de delícias do mar

1 chávena de arroz

4 chávenas de água

1 cebola média

3 dentes de alho

1 lata (pequena) de tomate em pedaços

1 emb. de preparado para sopa de marisco

2 dl de vinho branco

1 folha de louro (sem o veio central)

2 c. de sopa de azeite

Salsa ou coentros picados para polvilhar

Sal (se necessário)

Preparação:

Picar a cebola e o alho; num tacho grande, colocar o azeite e deixar aquecer; juntar o alho e cebola picados, a folha de louro e refogar um pouco; adicionar o tomate em pedaços e o respectivo líquido, o vinho branco e deixar cozinhar dois a três minutos.

Entretanto, ferver a água.

Misturar o pó do preparado para sopa (creme) de marisco ao tacho, misturar e juntar a água quente. Retirar a folha de louro e passar tudo com a varinha mágica (não é essencial, mas eu passo para que o molho fique mais aveludado e grossinho). Deixar ferver, juntar o peixe e deixar cozer um pouco. Adicionar o arroz, mexer, tapar e deixar cozer. Dois a três minutos antes de apagar o lume, juntar as delícias do mar em pedaços. Rectificar o sal, se necessário.

Depois de apagar o lume, adicionar a salsa ou os coentros picados, deixar repousar 5 minutos e servir!

Um Docinho Hiper Rápido!

Aqui há uns tempos o meu marido resolveu ter um ataque qualquer em que só lhe apetecia comer um doce… Ora eram 23h, o que é que eu ia fazer aquela hora??

Pois bem, abri o frigorífico e tinha lá um pacote de natas e uma lata de leite condensado…

???????????????????????????????

Ingredientes:

1 lata de leite condensado bem fresco

1 pacote de natas bem fresco

2 a 3 bolachas torradas, digestivas ou Maria

Preparação:

Bater bem as natas com umas gotinhas de sumo de limão.

Colocar uma a duas c. de sopa de natas batidas em cada tacinha; despejar por cima, com cuidado, ou pouco de leite condensado. Ralar as bolachas e dispor por cima do doce, para decorar… E servir!

É rápido, é simples e satisfaz a necessidade de algo doce… 🙂

Rectângulos de Frango, Fiambre e Queijo em Massa Filo

Mais um restinho de frango para aproveitar, algumas folhas de massa filo a precisarem de ser aproveitadas e… Saíram uns folhadinhos! Ideais para um lanche, um piquenique, uma refeição ligeira, para levar na marmita, etc.

???????????????????????????????

Ingredientes:

Folhas de massa filo q.b.

Frango assado q.b.

Fiambre de peru q.b.

Fatias de queijo q.b.

Molho de Coentros e Alho Paladin q.b.

Preparação:

Desfie o frango e parta grosseiramente as fatias de queijo e de fiambre. Envolva tudo com a ajuda do molho de coentros e alho.

Corte as folhas de massa filo no tamanho que desejar (eu parti cada folha em três rectângulos). Sobreponha 2 pedaços de massa, coloque um pouco da mistura no centro e enrole (pode pincelar as folhas com um pouco de azeite ou manteiga derretida, eu não o fiz).

Leve ao forno cerca de 12 minutos ou até a massa estar cozida e douradinha.

Doce de Vinagre com Farófias

O doce de vinagre traz-me recordações de infância… Lembro-me perfeitamente de o comer em casa dos meus avós, na ilha Terceira, e adorava-o! Nunca o tinha feito, mas lembrei-me dele a propósito da parceria com a Paladin e, como é óbvio, tinha de tentar fazê-lo.

Entretanto descobri que, além de ser muito popular na Ilha Terceira, doce de vinagre é também um doce típico do Montijo, pelo que fui procurar a respectiva receita e encontrei-a aqui. Mas como me lembrava que o doce era mesmo muuuuito doce, quis acrescentar algo menos doce, para equilibrar e ao mesmo tempo aproveitar as claras dos ovos utilizados; por isso, juntei-lhe umas farófias muito simples. Saiu isto:

???????????????????????????????

Ingredientes:

Para o Doce:

8 gemas

2 claras

2,5 dl de leite

400g de açúcar (só pus 300g)

1 c. de sopa de vinagre de vinho branco Paladin

Uma boneca de erva-doce

Para as Farófias:

6 claras

3 c. sopa de açúcar

1/2 l de leite

Casca de limão

1 pau de canela

Para decorar:

Canela em pó

Preparação:

Doce:

Num tacho largo, levar ao lume o leite com a boneca de erva doce, o vinagre e o açúcar; misture e deixar ferver 3  4 minutos, até fazer um ponto fraco. (O leite vai talhar, o que é perfeitamente normal, o objectivo do vinagre é mesmo esse).

Bater as gemas com as claras. Retirar o preparado anterior do lume, deixar arrefecer e juntar as gemas batidas com a claras. Levar novamente ao lume e mexer sempre, até que engrosse e faça ponto de estrada (quando passamos a colher pelo fundo do tacho e se  abre como que uma estrada).

Colocar nas tacinhas de servir.

Farófias:

Num tacho largo, levar ao lume o leite com o pau de canela e a casca de limão; podem acrescentar 3 a 4 c. de sopa de açúcar se assim o desejarem, eu não o fiz. Deixar levantar fervura e baixar o lume, para que o leite se mantenha a ferver muito lentamente.

Entretanto bater as claras em castelo bem firme, com a ajuda de umas gotas de limão ou umas pedrinhas de sal.

Deitar colheradas de claras no leite fervente e deixá-las cozer (o que acontece rapidamente), virando-as com a ajuda de uma escumadeira; as claras aumentam de volume no tacho porque absorvem leite, por isso convém não colocar mais de 2 a 3 colheradas de cada vez, a não ser que o tacho seja mesmo muito grande!

Quando cozidas, retirar as farófias do leite e colocá-las sobre um passador, para que escorram o leite absorvido. Em seguida, dispô-las sobre o doce de vinagre e decorar com um pouco de canela em pó.

Depois é só colocar no frigorífico e saborear bem frio… Fica uma autêntica delícia!

Como nota final, lembrem-se que se por acaso o doce ficar com grumos podem passar com a varinha mágica!  Lembro-me de ver a empregada dos meus avós a fazer isso 🙂

Torta de Carne

Quando eu era miúda a minha avó fazia muitas vezes esta torta para aproveitar  sobras de carnes e eu adorava! Não tenho muito o hábito de a fazer, mas acho que isso vai mudar daqui para a frente! É que a torta, além de simples, é económica, fácil e versátil; Eu fiz um recheio de frango para aproveitar um bocadinho de frango assado que tinha cá em casa, mas podem rechear com qualquer carne e até com peixe!

???????????????????????????????

Ingredientes:

Para a massa:

3 ovos

1 chávena de leite

1 chávena de farinha

1 pitada de sal

Para o recheio:

1 peito de frango assado

1/2 chouriço de carne corrente

1 cebola média

2 dentes de alho

1 lata pequena de tomate pelado (só o tomate, sem o líquido)

2 c. sopa de azeite

Para decorar:

Molho de Azeitonas e Oregãos Paladin

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Bater as gemas com a farinha, o leite e a pitada de sal., acrescentando depois as claras previamente batidas em castelo.

Colocar o preparado num tabuleiro bem untado (ou forrado com papel vegetal) e levar ao forno cerca de 40 minutos, ou até a massa estar cozida e douradinha.

Entretanto, fazer o recheio:

Pique a cebola, os dentes de alho e os tomates com a picadora.

Aqueça o azeite num tacho, adicione a mistura anterior e deixe refogar bem em lume médio-baixo.

Desfie e pique o frango juntamente com meio chouriço de carne corrente; adicione ao refogado e deixe cozinhar mais um pouco, para que o líquido entretanto formado evapore. quase totalmente.

Montagem:

Retire a massa do forno e, quando já tiver arrefecido um pouco, desenforme para cima de um pedaço de película aderente (vai servir para conseguirmos enrolar a torta).

Distribua o recheio por cima da massa e enrole, com cuidado, ajeitando sempre que necessário, de forma a evitar que a massa se parta ou o recheio saia pelas laterais. Disponha a torta num prato de servir, decore com molho de azeitonas e orégãos Paladin e sirva acompanhado de uma bela salada!

O melhor?? Esta torta ainda é mais deliciosa quando está fria…

Brigadeiros de Cenoura e Chocolate em Caixinhas de Massa Filo

Na semana passada apetecia-me fazer uns brigadeiros, mas ao mesmo tempo não queria uns brigadeiros “tradicionais”. Tinha no frigorífico uma embalagem de massa filo e pus a imaginação a trabalhar, a partir da inspiração vinda daqui

???????????????????????????????

Ingredientes:

4 folha de massa filo, cortadas em 9 quadrados cada uma (para fazer 12 caixinhas)

2 cenouras médias

1 lata de leite condensado (usei magro)

50g de manteiga

50g de chocolate em tablete

Manteiga derretida q.b.

Côco ralado para decorar

Preparação:

Comecemos pelas caixinhas: Forre forminhas de alumínio com um quadrado de massa filo, pincele o mesmo com um pouco de manteiga derretida, coloque outro quadrado de massa, pincele novamente e coloque mais um quadrado de massa. Se quiser, acerte as pontas com uma tesoura, para as caixinhas ficarem mais perfeitinhas.

Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 10 minutos ou até que a massa fique cozida e douradinha. Reserve.

A massa dos brigadeiros: Pique muito bem as cenouras no liquidificador com 2 a c. de sopa de água (quanto menos, melhor). Num tachinho, coloque o leite condensado, a manteiga, o chocolate em pedaços e a cenoura picada. Cozinhe, mexendo com uma colher de pau, até engrossar e atingir ponto de estrada larga. Apague o lume e deixe arrefecer um pouco.

Entretanto, retire as caixinhas de massa filo das forminhas de alumínio com cuidado, para não se partirem; coloque 1 a 2 c. de sopa mal cheias do preparado de cenoura e chocolate nas caixinhas, salpique com um pouco de côco ralado e leve ao frigorífico por duas a três horas antes de servir!

Cá por casa desapareceram num ápice… Aliás, por pouco nem conseguia fotografar! 😀