Bolachinhas sempre Prontas!

Cooking World - Bolachinhas da Minha Avo 1Há determinadas alturas do ano em que as bolachas fazem sempre parte da ementa, acompanhadas de mil e uma outras guloseimas… Ele são as festas de aniversário, as comemorações em família ou entre amigos, o Natal, a Páscoa, um simples lanche entre amigas… E por vezes é complicado gerir o tempo para se fazer tudo o que se pretende; além disso, estes dias implicam muitas horas em pé, e os mesmos começam a queixar-se! (Os meus que o digam…)

Pois reduza as complicações e preocupações fazendo algumas coisas antecipadamente! As bolachinhas são uma boa opção, já que a maior parte das massas para bolachas aguentam cerca de 3 meses no congelador; e se as guardar logo em pequenas bolinhas, na altura em que precisar delas é só colocar no forno, nem precisa de descongelar!

Para conseguir tal proeza basta fazer a massa e em seguida, com uma colher de servir gelados (daquelas arredondadas), ou até apenas com as mãos, fazer pequenas bolinhas; coloque as bolinhas num tabuleiro forrado com papel vegetal e leve ao congelador cerca de 15 a 20 minutos, para enrijarem um pouco; depois, é só colocá-las num recipiente ou saco de congelação, etiquetar e guardar até ao momento de colocar no forno!

Fonte: Real Simple.

Anúncios

Ninhos de Chocolate e Caramelo

Nota Cooking: Contribuição do blog As Aventuras de uma Mamã! Original aqui 🙂

Cooking World - Ninhos de Chocolate e Caramelo

Esta receita vem Da nossa Cozinha!

Ingredientes:

Para as bolachas:

  • 250 gramas de farinha
  • 75 gramas de manteiga sem sal amolecida
  • 100 gramas de açúcar em pó
  • 1 ovo
  • 5 gramas de fermento
  • 1 pitada de sal
Para o recheio de chocolate:
  • 200 gramas de chocolate para cobertura
  • 100 ml de natas
Para o caramelo/toffee:
  • 100 gramas de açúcar mascavado claro
  • 250 ml de natas
  • 15 gramas de manteiga
  • 1 pitada de sal

Preparação:

A massa destas bolachas é tipo uma massa areada. Começamos por colocar a farinha numa taça, juntamente com o açúcar, o sal e de seguida a manteiga. Vamos esfregando a manteiga com a farinha de modo a obter uma areia grossa. Juntamos o ovo e amassamos de modo a obter uma massa lisa e homogénea. Fazemos uma bola e envolvemos com película aderente e levamos ao frigorífico durante 1 hora.

Enquanto está no frigorifico preparamos os recheios que também deve ir arrefecendo. Para o recheio de chocolate, aquecemos sem ferver a nata e colocamos os chocolate, de maneira a que se vá derretendo suavemente. Misturamos bem até termos um creme liso e brilhante.

Para o recheio de caramelo fervemos a nata numa panela ou Microondas. Colocamos os 100 gramas de açúcar num tacho, em lume brando, até que se derreta completamente. Fora do lume juntamos a nata pouco a pouco, mexendo sempre até obter um creme homogéneo. Por fim juntar a manteiga e o sal e mexer bem. Deixar arrefecer.

Retiramos a massa do frio e fazem-se depois pequenas bolas de massas com 20 a 35 gramas, dependendo do tamanho do vosso esmagador de alhos. Sim, é o utensilio que dá este ar de ninho às nossas bolachas. Espreitem aqui o passo a passo porque eu ainda não consigo fazer bolachas e fotografar ao mesmo tempo!

Pré-aquecer o forno a 160ºC. Forramos um tabuleiro com papel de forno e vamos colocando os montinhos que vão saindo do descascador de alhos.

Colocamos uma pequena bola de massa no esmagador e apertamos bem, sem deixar a massa terminar. A ideia é que os fios não se partam e então fazer montinhos, que depois cortamos junto ao esmagador.

Depois de estarem os montinhos, fazemos o centro com a tampa de uma garrafa, pressionando no meio com a parte lisa da tampa.

Levamos ao forno até estarem douradas. Deixamos arrefecer sobre uma grelha.

Depois de frias colocamos uma colher de sobremesa de recheio de chocolate e deixamos que seque, mais ou menos uns 30 minutos. Por fim colocamos uma colher de sobremesa de caramelo. Deixamos repousar e servimos. Quanto mais tempo repousarem, mas densos ficarão os recheios.

(Imagem cedida pela autora) Mena Lopes – As Aventuras de uma Mamã.

Cá por Casa Faz-se Assim: Bolachinhas da Avó

Esta receita não podia ser mais simples e de original não tem nada… Fui buscá-la ao caderninho de receitas da minha avó, que já foi dela, já foi da minha mãe e agora é meu.

Umas bolachinhas gostosas que me reportam para os meus tempos de infância, para as tardes chuvosas em que ajudava a minha avó a fazer estas bolachinhas e depois ficava siderada a olhar para dentro do forno à espera que ficassem prontas…

Cooking World - Bolachinhas da Minha Avo 1

Ingredientes:

185 gr de manteiga derretida

185 gr de açúcar

375 g de farinha

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Amassar bem todos os ingredientes. Estender a massa obtida com o rolo e cortar as bolachinhas com o formato que se quiser (eu corto-as relativamente fininhas, porque era assim que a minha avó fazia).

Dispor as bolachinhas num tabuleiro forrado com papel vegetal e levar ao forno cerca de 10 a 12 minutos, até que os bordos fiquem douradinhos. Deixar as bolachas arrefecer sobre uma grelha e guardar numa lata ou frasco de vidro com tampa hermética.

Nota: Desta vez fiz as bolachinhas tal e qual a receita da minha avó, mas também já fiz variações; dá para juntar um pouco de chocolate em pó, raspa de laranja ou de limão, amêndoa ralada, etc… Até hoje, as experiências que fiz ficaram sempre muito boas!

Bolachas de Chocolate e Baunilha

Nota Cooking: Contribuição do blog O Gosto pela Cozinha! Original aqui.

O meu filho gosta de ajudar a mãe quando diz respeito a fazer doces, bolachas e bolos embora o jeito não seja muito (iam-me partido o dispara-biscoitos que comprei à Hélia do blog Mais Um Sobre Culinária, há menos de um mês).

Ontem de tarde não teve aulas e estivemos os dois a fazer estas bolachas.

Quando a lata das bolachas está vazia, anda sempre a dizer que não há nada para comer, como se não houvesse outras coisas, mas é o vício das bolachas…

Ingredientes:cooking world - bolachas

1 ovo

100 gr de açúcar

180 gr de margarina

300 gr de farinha

1 colher de sopa de chocolate em pó

1 colher de sopa de aroma de baunilha

1 colher de sopa de fermento em pó

Preparação:

Misturar a margarina com o açúcar, juntar o ovo batido, mexer muito bem. De seguida juntar o chocolate, a baunilha e o fermento, e por fim a farinha. Amassar muito bem até se despegar das mãos.

Colocar a massa no dispara-biscoitos, escolher o disco que pretende e disparar para um tapete de silicone ou papel vegetal, levar ao forno, cerca de 20 minutos, até estarem douradinhas.

(Imagem cedida pela autora) Élia Magro – O Gosto pela Cozinha

Nacional: Bolachas Integrais de Soja com Sabor a Laranja!

Cooking World - Bolachas Integrais Soja Laranja NacionalPara quem gosta de comer uma bolachinha de vez em quando mas se preocupa com o peso e a linha, a Nacional acaba de lançar no mercado as bolachas de soja com sabor a laranja! O pacote, de 150g, traz quatro saquetas individuais o que, por um lado, torna estas bolachinhas perfeitas para levar na mala e comer em qualquer lugar, mas por outro lado têm também a enooorme vantagem (pelo menos para mim) de controlar muito bem aquilo que ingerimos e as respectivas calorias.

Estas bolachas são feitas a partir de soja, como é óbvio, e o sabor da laranja não provém apenas de aromatizantes artificiais… Diz a marca que é utilizada polpa de laranja verdadeira na sua confecção.

E eu vou experimentar! 🙂

Fonte: Nacional / Shopping Spirit.

Para Congelar a Massa das Bolachas…

Nota Cooking: Contribuição do blog Mais um para a Cozinha! Original aqui. 🙂

Quando se acaba um rolo de papel higiénico ou um rolo de papel absorvente o que fazem com eles?

Reciclagem… Trabalhos Manuais… E se vos dissesse que também podem ser um grande auxilio na cozinha?  Sério!

Vamos ver como…

Cooking World - Congelar a Massa das Bolachas

Servem para fazer rolos para a massa de bolachas ou para a manteiga de Whisky em rolo:

Colocam a massa das bolachas em película aderente e fazem um rolo. Introduzem-na nos rolos de cartão e vão ajeitando até terem a massa a preencher o rolo. Podem usar quantos rolos quiserem , mas do mesmo diâmetro para a massa ficar igual. Depois é só levar ao congelador para enrijarem. Após a massa estar congelada podem tirar os rolos e guardar para a próxima vez.

Experimentem…

(Imagem cedida pela autora) Ana Rita M – Mais um para a Cozinha.

Cookies com Pepitas de Chocolate

Nota cooking: Contribuição do blog O Gosto pela Cozinha! Original aqui.

Ingredientes:???????????????????????????????????????

1 ovo
125 gr de margarina
150 gr de açúcar
280 gr de farinha
1 colher de sopa de chocolate em pó
1 colher de chá de fermento em pó
70 gr de pepitas de chocolate

Preparação:

Bater o ovo com o açúcar e a margarina, juntar a farinha o chocolate em pó e o fermento, misturar tudo muito bem, por fim juntar as pepitas e envolver bem por toda a massa.

Forrar um tabuleiro com papel vegetal, fazer bolinhas do tamanho de uma noz, colocar no tabuleiro e espalmar com o fundo de uma caneca.
Levar ao forno 10 a 15  minutos a 180º.

(Imagem cedida pela autora) Élia Magro – O Gosto pela Cozinha

Sablés de Morango

Nota Cooking: Contribuição do blog As Aventuras de Uma Mamã! Original aqui. 🙂

Foi a primeira receita que fiz de uma revista francesa acabadinha de sair. Tem nem mais nem menos que 115 receitas, e eu ainda não sei qual a melhor! E posso-vos assegurar, que estes Sablés foram uma boa escolha.

Cooking World - Sables de Morango

Ingredientes:

  • 3 gemas de ovo
  • 80 gramas de açúcar em pó
  • 125 gramas de manteiga sem sal (temp. ambiente)
  • 200 gramas de farinha
  • 200 gramas de doce de morango
  • 1 folha de gelatina
  • 1 pisca de sal.

Preparação:

Misturamos as gemas de ovo com o açúcar, a pisca de sal e misturamos bem. De seguida juntamos a manteiga em cubos.

Adicionamos de seguida a farinha e vamos amassando com as pontas dos dedos, até obter uma massa homogénea.

Guardamos no frigorífico durante 20 minutos.

Untamos uma bandeja de bombons, ou a mais pequena que tenham. Pré aquecemos o forno a 180ºC.

Retiramos a massa do frigorífico e fazemos pequenas bolinhas, com 15 gramas aproximadamente, e colocamos na bandeja.

Com a ponta de uma colher de pau ou com um dedo fazemos um buraco no meio e levamos ao forno durante 10 minutos. Devem apenas tomar cor para evitar que fiquem duros. Retiramos de forno e deixamos arrefecer.

Fervemos o doce de morango e demolhamos a folha de gelatina em água fria, adicionando de seguida ao doce de morango.

Depois de frios recheamos com o doce de morango e deixamos arrefecer.

São super rápidas de se fazer, e depois de frias ainda desaparecem mais rápido!

Se eu disser que sou uma perdida por bolachas, vocês já sabem! Se eu disser que estas são uma perdição, vocês ficam na dúvida…

Por isso já sabem…. Experimentem que não se arrependerão!

Ponho a mesa p’ró chá?!?

(Imagem cedida pela autora) Mena Lopes – As Aventuras de uma Mamã.

Tabuinhas de Lavar

Nota Cooking: Contribuição do blog Oficina das Papitas! Original aqui. 🙂

Tudo perdura no tempo,  mas torna-se tão pálido como aquelas fotografias muito antigas que ainda foram fixadas em chapas metálicas. A luz e o tempo retiram das chapas as tonalidade nítidas e características dos traços. É preciso rodar a fotografia e encontrar uma certa refracção da luz para podermos reconhecer na obscura chapa metálica a pessoa cujas feições foram absorvidas pela placa. Deste modo se desvanecem  no tempo todas as lembranças humanas. Mas um dia, a luz cai de um lado qualquer e tornamos a ver um rosto, um momento, uma parte de vida.

– Hoje vamos fazer bolachinhas. “Tabuinhas de lavar”.

As meninas, na sua batinha branca, protegida com pequenos aventais, mergulhavam as suas pequenas mãos na farinha transformada em massa de bolachinhas, sobre uma mesa grande debaixo de um caramanchão.

– Mamã, hoje aprendemos a fazer “Tabuinhas de lavar”. Posso fazê-las para o lanche?

As pessoas só se recordam dessas coisas mais tarde. Passam dezenas de anos, atravessam estepes e florestas e, de repente, ouvem os risos de infância, as palavras das professoras, as benevolências da mãe, as palavras antigas.

E aí, apercebem-se que viveram, há muitos anos idos, numa condição maravilhosa, sem nome, num certo estado de graça.

Nada é tão delicado como as relações de infância. Tudo o que a vida oferece mais tarde, os desejos subtis ou brutos, os sentimentos fortes, as ligações de amizade ou paixão, tudo isso é mais rude, mais desumano.

Hoje, partilho convosco, um pedaço da minha infância onde a luz caiu, de um lado qualquer.

????????Ingredientes:

0,5 Kg de farinha de trigo

200g de manteiga

200g de açúcar

1,5 colheres de chá de fermento em pó

1 pitada de sal

3 ovos.

Preparação:

Quem tem Thermomix / Bimby, deverá colocar todos os ingredientes no copo, excepto os ovos, durante 2′ à velocidade 3. Deitar os ovos e marcar mais 2′ à velocidade 4.

A massa fica pronta a ser utilizada. Porém, e para melhor moldar, deverá ser refrigerada no frigorífico durante 30′.

Quem fizer manualmente, deverá deitar a farinha sobre a bancada, abrir uma cova no centro e deitar aí o fermento e a manteiga. Ir amassando com as pontas dos dedos para não amolecer muito a massa. Imcorporar o açúcar e, por fim, os ovos um a um.

Formar rolinhos pequeninos e espalmá-los. Com um garfo enfarinhado, fazer pressão sobre um dos lados das bolachas de modo a formar  sucalcos semelhantes ao efeito das antigas tábuas de lavar a roupa.

Levar em tabuleiros untados ou forrados com papel vegetal ou silicone ao forno pré aquecido a 200ºC durante cerca de 15′ ou até estarem douradinhas. Retirar e arrefecer sobre uma grade.

Esta quantidade rende entre 45 e 50 bolachinhas.

Esta receita, que julgava perdida, foi preservada por uma das meninas da bata branca que gentilmente partilhou com as amigas, passados tantos anos. Obrigada, querida B.

(Imagem cedida pela autora) Maria Papitas – Oficina das Papitas.

Cortador de Bolachas Improvisado!

Se  se está a iniciar nas artes culinárias e ainda não tem cortadores de bolachas ou pura e simplesmente quer fazer umas bolachas e não sabe onde enfiou o dispara-biscoitos ou os cortadores, não faça como eu – não entre em pânico! Durante muito tempo fiquei frustradíssima de cada vez que queria fazer bolachas e não encontrava os meus cortadores (nos tempos em que não era organizada, hahahaha!), até que descobri esta dica: latas vazias!

Cooking World - Cortador de Massa Improvisado

Sim, isso mesmo; latas vazias de cogumelos, tomate pelado, feijão, grão, milho, ervilhas, etc. Como existem em diferentes tamanhos, é possível fazer bolachinhas também de tamanhos diferentes. E como? Simples: recorte o topo e o fundo da lata com o abre-latas, lave-a e seque-a muito bem e pronto, um cortador de bolachas pronto a usar! 🙂

Não se esqueça de mergulhar o lado da lata que vai usar em farinha, para que a massa não se pegue!

Fonte: Real Simple.

Cheesecake Cookies

Nota Cooking: Contribuição do blog As Aventuras de uma Mamã! Original aqui. 🙂

No mês passado descobri o desafio mensal da Manuela do blog Cravo e Canela – Uma Cozinha no Brasil. E fiquei muito contente de ter podido participar com as Bolachas Lindzer que tinha feito a título de comemorar o dia de São Valentim.

Vai daí que este mês voltamos a ter desafio!! Aguçando nos o apetite com um coelhinho da Páscoa, assim nos lançou o desafio para este mês a Manuela. Apesar de não ter cortadores em forma de coelhos, tinha visto uma receita no blog Recetas para la Felicidad.

Já a tinha debaixo de olho ha uns tempos, e como sempre que me falam de Páscoa me lembro de queijo e Pão de Ló, resolvi fazer visto terem queijo na sua composição.

Manuela espero que gostes destas bolachinhas!

Cooking World - Cheesecake BrowniesIngredientes:

 Massa para as bolachas

200 gramas de manteiga à temperatura ambiente

125 gramas de açucar em pó

1 ovo

1 pisca de sal

400 gramas de farinha

Para o cheesecake

100 gramas de Creme frâiche ( se não tiverem, podem usar nata com MG>35% ou queijo creme)

200 gramas de queijo creme (usei Philadelphia)

100 gramas de leite condensado

2 colheres de sopa de sumo de limão

Doce de morango q.b.

Para a decoração

Corante azul e vermelho

Preparação:

Misturamos todos os ingredientes com as mãos e formamos uma bola, que dividimos em 2 partes.

Estendemos a massa entre duas folhas de papel vegetal até obter uma espessura de 5 mm. Usamos um cortador que seja maior que as formas que vamos usar. Eu usei as minhas de queques, que para queques são de tamanho normal, e então usei o cortador grande.

Cortamos então rodelas de massa que colocamos nas formas de queque, mas na parte exterior. Ou seja, que vamos cubir a parte de fora das formas com a massa.

Pré aquecemos o forno a 170 ºC e colocamos as formas no frigorifico durante uns minutos para que descansem.

Levamos então ao forno durante 10-12 minutos ou até que a borda esteja dourada. Retiramos e deixamos arrefecer sobre uma rede.

Preparamos o cheesecake, batendo bem o queijo creme com a creme frâiche, o leite condensado e por fim adicionamos o sumo de limão. Desta mistura separamos duas colheres de sopa, separadamente, à qual vamos adicionar o corante. Uma ou duas gotas consoante a intensidade de cor que desejarmos. No meu caso usei azul e vermelho, em pouca quantidade deste ultimo para obter um rosa clarinho.

Depois de frias as tarteletes procedemos à montagem das bolachas.

Em primeiro colocamos uma colher de sobremesa de doce de morango colocando de seguida uma colherada de sopa da mistura de queijo. Alisamos a superficie e terminamos com as restante tarteletes. Com o creme que temos com cores, usamos um palito como refere a receita original, ou se não como eu que usei uma manga improvisada, para improvisar uns ovinhos.

Levamos ao frigorifico um mínimo de 4 horas antes de servir.

Notas da autora da receita:

Não troquem os produtos mencionados por produtos light! É a matéria gorda destes produtos que vai permitir que o creme coalhe mais rapido.

O limão, aparte de sabor, também vai ajudar neste processo.

À medida que vão passando os dias, vai ganhando uma pequena crosta superficial, mas o interior continuará cremoso.

Quando acabei de as fazer, pensei, já meteste a pata outra vez. Eu e a minha mania de às vezes não ver com olhos de ver as receitas. E olhem que a li mais do que outras, mas mesmo assim a parte que falava das mini madalenas, foi ignorada por mim.

Ainda assim conseguimos juntar num só, o prazer de uma bolacha estaladiça, e a cremosidade de um cheesecake.

Para pôr estas meninas nas fotos, numa delas aparei o excesso da massa para que se pudessem parecer mais a uma cookie. Ainda assim, gostei das duas!

Qual preferem?

(Imagem cedida pela autora) Mena Lopes – As Aventuras de uma Mamã.

Bolachinhas de Amêndoa

Nota Cooking: Mais uma contribuição do blog As Aventuras de uma Mamã! 🙂

Esta é daquelas receitas que está sempre pendurada na porta do frigorífico.

E sabem porquê? Porque depois de as ter experimentado, já as fiz vezes sem conta! Uma vezes faço com o doce e outra vez sem! É conforme a inspiração!

A receita desta vez tenho mesmo que a escrever, porque a tenho apontada na dita folha, que vai ficar amarela de velhinha, e tirei-a de algum blog, mas na altura não apontava de onde as tirava. Ora então a receitinha….

Ingredientes:

Cooking World - Bolachas de Amêndoa250 gr de farinha

1 ovo

100gr de açucar

100 gr de amêndoa

100 gr de manteiga derretida

2 colh. de sopa de leite

Doce de morango qb.

Preparação:

Não apontei a quanto se põe o forno, mas normalmente ponho sempre a 180ºC.

Numa tigela misturam-se todos os ingredientes até obter uma massa homogénea e com consistência para usar a máquina de fazer biscoitos. Colocar num tabuleiro devidamente untado, ou então com papel vegetal.

Levam-se ao forno durante 10/12 minutos ou então até que estejam douradinhas. A meio da cozedura colocar um pouco de doce de morango, ou outro que seja do vosso agrado.

É que não posso ter estas bolachas na lata!! São um vício!

Vai uma bolachinha?

(Imagem cedida pela autora) Mena Lopes – As Aventuras de uma Mamã