Puré de Couve-Flor Light

Há já muito tempo que tinha curiosidade em experimentar puré de couve-flor mas, por uma razão ou por outra, nunca cheguei a fazê-lo. Pois no sábado foi o dia! Depois de pesquisar várias receitas na internet, acabei por fazer um puré à minha maneira:

???????????????????????????????

Ingredientes:

1 couve-flor

1 c. de sopa mal cheia de queijo creme light

Sal

Pimenta

Noz-moscada

Salsa picada q.b.

Preparação:

Cozer a couve-flor em quartos (ou em raminhos, se preferirem) em água fervente com um pouco de sal.

Quando a couve estiver cozida, escorrer bem e reservar um pouco da água. Em seguida, e caso tenham cozido a couve em quartos, retirar a parte interior mais grossa; colocar a couve num recipiente e desfazê-la com a varinha mágica, adicionando um pouco da água da cozedura até atingir a consistência de puré. Acrescentar o queijo-creme e a salsa picada, temperar com pimenta e noz-moscada e misturar bem.

Está pronto a servir! E só vos digo que ficou uma delícia. 🙂

Anúncios

Lasanha de Bacalhau com Legumes à Wild

Nota Cooking: Contribuição do blog The Wild Kitchen! Original aqui. 🙂

Lasanha de Bacalhau

Ingredientes:

2 Postas e meia de bacalhau

Meia couve-flor

1 ramo de brócolos

2 Cenouras

1 pacote de lasanha de 500gr Milanesa

1 L de leite

70gr de margarina

160gr de farinha

Queijo ralado q.b.

Preparação:

Coze-se o bacalhau em água e sal. Depois de cozido, retire as espinhas e a pele e reserve numa taça.

Coze-se os brócolos, as cenouras e a couve-flor com sal. Depois de cozido corta-se em pedacinhos e misturam-se com o bacalhau.

Num tacho, coloca-se a margarina e deixa-se derreter, misturando-se em seguida a farinha. Quando estiver tudo misturado, junta-se o leite deixando engrossar de seguida passa-se com a varinha magica, para retirar os grumos, tempera-se com sal a gosto.

Depois de feito o bechamel, coloca-se 6 colheres de sopa na mistura do bacalhau para envolver tudo.

Num pirex, coloca-se no fundo um pouco do bechamel e de seguida dispõem-se as folhas de lasanha por cima, colocando também um pouco de bechamel por cima das folhas, de seguida coloca-se a mistura do bacalhau e de novo as folhas de lasanha, repetindo-se o processo ate a ultima camada ser de folhas de lasanha. Cobre-se as folhas com o bechamel, e coloca-se queijo ralado indo ao forno a 200º durante 35 minutos.

(Imagem cedida pelo autor) Paulo Herculano – The Wild Kitchen.

Cá por Casa Faz-se Assim: Beringela Recheada com Atum

Ora a ideia é ver se perco alguns quilinhos… Acho difícil, mas não custa tentar; e para isso, nada como uma alimentação saudável, certo??

Pois então cá vai uma beringela recheada com atum quase sem gordura nenhuma! A receita veio daqui (da nossa querida Isabel) e apenas fiz uma alteração – o refogado, que em vez de ser com azeite foi feito com água!

???????????????????????????????

Ingredientes:

1 beringela

1/2 cebola picada

1 dente de alho picado

4 c. sopa de polpa de tomate

2 latas de atum em água

Sal

Pimenta

Oregãos

1 c. sopa de queijo mozarela light ralado

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Preparar a beringela, lavando-a, cortando-a ao meio no sentido do comprimento e retirando o miolo; deixe cerca de 0,5 cm de beringela junto à casca, em toda a volta.

Num tachinho, colocar 3 c. sopa de água e refogar ligeiramente a cebola e o dente de alho picados; adicionar a polpa de tomate, o atum desfeito e escorrido e o miolo da beringela em pedacinhos pequenos. Deixar cozinhar cerca de 7 a 8 minutos.

Temperar com um pouco de sal, pimenta e orégãos a gosto (confesso que sou uma exagerada nos orégãos porque adoro o sabor…). Retirar do lume e rechear as metades de beringela com este preparado.

Salpicar com o queijo ralado e levar ao forno cerca de 25 minutos. Eu acompanhei com salada de tomate simples!

Muffins de Queijo Feta e Tomate Seco

Nota Cooking: Contribuição do blog Brisa Marítima! Original aqui. 🙂

Já tinha referido o quanto adoramos bolos, bolinhos e afins cá por casa e, há umas semanas atrás vi estes muffins no blog “Petiscos e Miminhos“, tendo ficado com a mais absoluta certeza de que os iria testar num dia em que o tempo e a boa disposição me contemplassem…

Muffins Queijo e Tomate4

Ingredientes: (deu-me para 24 muffins)

280gr de tomate seco em azeite (uma embalagem)

4 ovos

1 colher de café de sal

1 colher de chá de açúcar

200gr de queijo feta

200 ml de leite

350gr de farinha com fermento

Orégãos para polvilhar

24 forminhas de papel

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º C.

Coloque numa taça o azeite da embalagem de tomate seco.

Junte os ovos, o sal e o açúcar e bata tudo muito bem.

Corte o tomate seco em tiras e o queijo feta em pequenos cubos.

Acrescente ao preparado e misture tudo.

Por fim, envolva delicadamente a farinha em alternância com o leite.

Coloque as forminhas de papel em formas próprias para o forno (alumínio ou silicone) para que as de papel fiquem com bom suporte e distribua a massa pelas formas.

Polvilhe os muffins com orégãos.

Leve ao forno cerca de 20 minutos.

Faça o teste do palito.

Estes muffins podem ser congelados, o que se torna uma grande mais-valia.

(Imagem cedida pela autora) Isabel Fernandes – Brisa Marítima.

Cá por Casa Faz-se Assim: Medalhões de Pescada com Tomate e Couve-Flor no Forno

Mais uma receitinha muito saudável! Uma manhã com falta de inspiração para cozinhar que acabou nisto… Só vos digo que fica delicioso e é super simples de fazer! Mais uma participação para o passatempo 100 Publicações do blog The Wild Kitchen, do Paulo Herculano. 🙂

???????????????????????????????

Ingredientes:

2 couves-flor pequenas (ou uma grande)

8 medalhões de pescada

2 tomates

Sal

Alho em pó

Pimenta

Sumo de limão

Azeite

Oregãos

Preparação:

Temperar os medalhões de pescada com um pouco de sal, alho em pó, pimenta e sumo de limão e deixar marinar cerca de 30 minutos.

Entretanto cozer as couves-flor em água temperada com um pouco de sal e umas gotas de vinagre. Cuidado para que não cozam demais!

Escorrer as couves e cortá-las em 1/8 ou em raminhos, como preferirem.

Lavar os tomates e limpá-los de sementes; cortá-los em tirinhas.

Untar um tabuleiro de forno com um pouco de azeite (eu usei 1/2 c. de sopa e espalhei com um pincel); dispor os medalhões de pescada no centro e cobrir com as tirinhas de tomate; colocar as couves-flor em volta. Polvilhar tudo com orégãos e regar com um fiozinho de azeite.

Levar ao forno a 200ºC cerca de 30 minutos.

Quem quiser, pode acompanhar com umas batatinhas cozidas, por exemplo! 🙂

Cá por Casa Faz-se Assim: Tronco de Peru e Alho Francês em Cama de Alface

Uma receitinha saudável, simples e prática para participar no passatempo 100 publicações do nosso Paulo Herculano, do blog The Wild Kitchen!

IMG_0414

Ingredientes:

400g de carne de peru picada (usei peito e pedi para picarem no talho)

1 alho francês (a parte branca)

Açafrão q.b.

Alho em pó q.b.

Pimenta q.b.

Sal q.b. (quase não pus)

3 fatias de fiambre de frango ou peru

4 folhas de alface

Rebentos de soja para decorar

Preparação:

Cortar o alho francês em rodelas bem fininhas.

Numa taça, misturar a carne picada, o alho francês, o açafrão, o alho em pó, o sal e a pimenta.

Colocar o preparado num refractário forrado com papel vegetal (para poderem desenformar sem que se parta) e levar ao forno a 180ºC cerca de 40 minutos.

Entretanto, preparar um prato de servir dispondo nele as folhas de alface e o fiambre de frango ou peru. Colocar a carne depois de assada sobre as rodelas de frango, decorar com alguns rebentos de soja e servir!

Podem acompanhar, por exemplo, com um arroz de amêndoas e/ou uma salada a gosto; eu fiquei-me pela salada, o resto da família atirou-se ao arroz! 🙂

Cá por Casa Faz-se Assim: Mini Pastelinhos de Bacalhau e Grão

Por vezes as despesas inesperadas condicionam um pouco aquilo que compramos no supermercado… Por outro lado, sabe sempre bem ter uns salgaditos praticamente prontos a consumir! E em época de (suposto) calor, os mesmos dão imenso jeito para levar para a praia, para um picnic, enfim, para qualquer lado, certo? E também são ideais como entradas, aperitivos, snacks… Digamos que versatilidade não lhes falta!

Pois esta é a minha versão de pastelinhos de bacalhau… com grão! Económicos, simples e saudáveis, até porque assam no forno em vez de serem fritos. E também podem servir como refeição principal, acompanhados de um arrozinho e salada. Querem ver?

???????????????????????????????

Ingredientes:

250, de bacalhau cozido desfiado

500g de grão cozido (usei uma lata grande)

1 cebola picada

4 dentes de alho picados

1 ovo

2 c. sopa de azeite

2 c. sopa de polpa de tomate

1 c. sopa (bem cheia) de salsa picada

5 c. sopa de farinha integral

Pimenta q.b. (opcional, eu não pus)

Pão ralado q.b.

Preparação:

Picar o bacalhau e o gão na picadora até formar uma pasta.

Numa taça grande, colocar todos os ingredientes menos o pão ralado e misturar bem, de preferência com as mãos, até que se forme uma massa homogénea.

Com a ajuda de duas colheres de sobremesa, moldar os pastelinhos e passá-los por pão ralado.

Se pretender congelar os pastelinhos, dispô-los num recipiente adequado e colocá-los no congelador.

Para consumir de imediato, forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal, dispor nele os pastelinhos e levar ao forno, pré-aquecido a 200ºC, cerca de 20 minutos, virando-os a meio do tempo.

Por aqui, estas quantidades renderam 64 mini pastelinhos. 🙂

Panquecas de Kéfir

Nota Cooking: Contribuição do blog Doce Mais ou Menos! Original aqui.

Ingredientes:OLYMPUS DIGITAL CAMERA

150g de farinha

50 g de açucar

2 ovos

uma pitada de sal

1 colher de chá de fermento

200 g de Leite Kéfirado (pode usar simplesmente leite)

40 g de manteiga

Preparação:

Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby, e programar 15 seg/vel 6.
Unte uma frigideira com margarina e aqueça ao lume. Junte um pouco de massa e quando começarem a formar bolhinhas na superficie, vire-as e core o outro lado.
Sirva com doce, gelado, chocolate, natas etc. o que mais gostar.

(Imagem cedida pela autora) Paula Vieira – Doce Mais ou Menos

Cá por Casa Faz-se Assim: Rissóis no Forno!

Não, não vou pôr aqui uma receita de rissóis; primeiro porque já existem milhares e segundo porque eu nunca os faço da mesma maneira! 🙂

Vou, sim, deixar-vos uma sugestão: Fazer os rissóis no forno, em vez de os fritarem em óleo! Já que o verão se aproxima (assim espero…), há que cuidar um pouco da linha. E mesmo que não nos preocupemos com a linha, convém fazer uma alimentação saudável e, por isso, evitar gorduras em excesso.

Se fritarmos os rissóis, eles irão sempre ficar gordurosos, por mais que os escorramos. Por outro lado, se os pusermos no forno, ficam igualmente saborosos mas sem o factor gordura… Basta pré-aquecer o forno a 225ªC, forrar um tabuleiro com papel vegetal, dispor nele os rissóis e colocar no forno cerca de 30 minutos, virando os rissóis mais ou menos a meio do tempo. E podem ir para o forno congelados e tudo! Nesse caso, basta deixá-los no forno durante mais alguns minutos.

???????????????????????????????

Por aqui são muitas vezes consumidos em conjunto com uma saladinha! Garanto-vos que fica uma refeição deliciosa. 🙂

Rolo de Carne recheado com Espinagres e Requeijão

Nota Cooking: Contribuição do blog Sabores Leves! Original aqui.

Esta receita foi uma junção de duas receitas que já fiz e que gostamos bastante,  o rolo de carne e a torta de bacalhau.

Ingredientes:cooking - rolo de carne recheado

Para o rolo:

1 cebola

1 dente de alho

500 gr carne picada

1 cenoura

Sal, pimenta e noz moscada qb

Para o recheio:

Espinafres

Requeijão

Azeite, alhos e sal qb

Preparação:

Comece a preparar o recheio:

Na wok saltear os espinafres num pouco de azeite e alhos. Reserve.

Para preparar o rolo:

Colocar no copo o alho, a cebola e a cenoura e triture 8 seg/vel 7, com a ajuda da espátula baixe o que ficou na parede do copo.

Adicionar a carne, o sal, pimenta e noz-moscada e programe 30 seg/colher inversa/vel 3.

Sobre película aderente coloque a mistura da carne até formar um retangulo, espalhe os espinafres e por cima o requeijão desfeito e enrole, como se fosse uma torta com a pelicula fechando bem as pontas e coloque na varoma.

No copo limpo coloque 800gr de água, coloque a varoma com o rolo e programe, 40 min, varoma, vel 1.

Retire a película aderente do rolo, coloque num tabuleiro com o molho que acumulou na película e leve ao forno pré-aquecido a 200º cerca de 15 min

Acompanhei com puré de maçã, que fiz do seguinte modo:

No copo limpo colocar 4 maçãs reinetas descascadas e 1 pau de canela e programar 15 min, varoma, vel 2, colher inversa.

Retirar o pau de canela e triturar 30 seg, vel 6.

(Imagem cedida pela autora) Lena Santos – Sabores Leves.

Leite Creme com Ovos Inteiros

Nota Cooking: Contribuição do blog Doce mais ou Menos! Original aqui. 🙂

Leite Creme é um doce bem rápido de fazer, na bimby são só 12 minutos e fica uma sobremesa deliciosa e agradável.

Normalmente, leva 6 gemas de ovos, mas esta levou  3 ovos inteiros, e  aumentei um pouco a quantidade de farinha maizena, em cerca de 30 g.

Fica muito boa, e menos calórica.

Cooking World - Leite Creme com Ovos Inteiros

Ingredientes:

1 l de leite magro
3 ovos inteiros
70 g de farinha maizena
150 g de açúcar
casca de limão, só a parte amarela
1 pau de canela
açúcar mascavado ou amarelo para polvilhar e queimar, ou também poderá usar apenas canela.

Preparação:

Junte todos os ingredientes e programe 12 min/Vel 2 1/2/temp 90º.

Retire a casca do limão e o pau de canela e deite em taças ou numa travessa.

Deixe arrefecer. Polvilhe com o açúcar e queime a superfície com um fero quente. Também pode apenas polvilhar com o açúcar ou com canela e servir assim.

(Imagem cedida pela autora) Paula Vieira – Doce Mais ou Menos.

Lombos de Pescada e Amêijoas em Molho Verde

Nota Cooking: Contribuição do blog As Aventuras de uma Mamã! Original aqui 🙂

Cooking World - Lombos de Pescada com Ameijoas

Ingredientes:

4 lombos de pescada

24 amêijoas

Sal

Pimenta preta

Salsa

Para o molho verde:

1 ramito de salsa

2 dentes de alho

1 colher de sobremesa de farinha

2 dl de caldo de peixe

Azeite

Sal

Preparação:

Colocar as amêijoas  em agua fria com sal e deixar de repouso ao menos 6 horas, para que libertem todas as impurezas. Deve mudar-se a água várias vezes ao dia. Lavar e escorrer antes de usar. Este passo deve ser feito na véspera, ou se usarem ameijoas congeladas, devem seguir as instruções da embalagem.

Limpamos os lombos de pescada de possíveis restos de pele e espinhas. Lavamos e secamos com papel de cozinha, e colocamos sal e pimenta por ambos os lados.

Descascam-se os alhos e picam-se muito finos. Colocamos uma panela, com fundo grosso, ao lume com 3 colheres de sopa de azeite. Quando este estiver quente e não fumegante, juntamos os alhos e deixamos que se refoguem mas sem queimar. Juntamos de seguida a farinha e mexemos com uma colher de madeira. Deixamos que se toste a farinha e de seguida adicionamos o caldo de peixe, mexendo até obtermos uma mistura homogénea.

Deixamos ferver durante 1 minutos e colocamos os lombos de pescada com a pele para cima. Cozinhamos durante 4 minutos, movendo a nossa panela de vez em quando. Ao fim destes 4 minutos, damos a volta aos lombos, com cuidado para que não se partam e deixamos cozinhar mais 4 minutos, movendo de vez em quando a nossa panela.

Juntamos as amêijoas devidamente escorrida e movemos a nossa panela. Adicionamos a salsa finamente picada. Rectificam-se os temperos.

Tapamos e deixamos cozinhar mais 1 minuto até que se abram. Retiramos do lume e deixamos repousar.

Servimos os lombos com ameijoas bem quentes.

Enquanto preparava esta pescada, provei o molho antes de estar finalizado. E pensei para mim, és uma idiota!! Já podia ter feito isto há mais tempo!!

Um prato simples, rápido e mais que tudo, deliciosooooo!! Assim como vos digo! É daqueles perfeitos para fazer numa reunião de amigos, porque passamos pouco tempo na cozinha, e enquanto estiver no prato vão saltar elogios de certeza.

(Imagem cedida pela autora) Mena Lopes – As Aventuras de uma Mamã.

Cá por Casa Faz-se Assim; Bolo Light de Queijo Fresco e Laranja

World Baking Day!!

Eu sem inspiração e o marido a não querer doces… Pois, inventar foi a palavra de ordem; inventar, e de preferência light! Saíu este bolinho, que, digo-vos, estava delicioso! 🙂

Cooking World - Bolo Light de Queijo Fresco e Laranja

Ingredientes:

1 chávena de queijo fresco batido

25 gr de adoçante em pó

1 chávena de farinha

1 c. sopa (mal cheia) de fermento em pó

1/3 chávena de óleo

Sumo e raspa de uma laranja

1 laranja descascada e partida em rodelas

1 a 2 c. sopa de açúcar

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Bater bem o queijo fresco com o adoçante, a raspa e o sumo da laranja e o óleo. Adicionar o fermento e a farinha e bater novamente.

Untar muito bem uma forma e, no fundo, dispor as rodelas de laranja; polvilhá-las com 1 a 2 colheres de açúcar e por cima colocar o preparado para o bolo; se necessário, ajeitar com a ajuda de uma espátula.

Levar ao forno cerca de 40 minutos, cobrindo com uma folha de papel de alumínio nos últimos 10 minutos, se necessário. Deixar arrefecer antes de desenformar.

Barras de Cereais

Nota Cooking: Contribuição do blog Uma Pedra de Sal! Original aqui.

Adoro cereais… Integrais, sem ser integrais, em caixa, em saco, em barra, não interessa. Gosto!

Decidi fazer barritas de cereais. Claro está que fui a esse grande repositório de informação que se chama internet inspirar-me… Calculo que ninguém nasça a saber fazer barras de cereais e eu não sou exceção.

Depois de ler um pouco e de perceber que as receitas são muito variadas consegui perceber o que não queria nas minhas barras – demasiado açúcar e demasiada gordura. De resto percebi que havia poucas regras a cumprir e que se resumem basicamente na seguinte fórmula:

– 2 + ½ cups de flocos de cereais (de aveia, de arroz, etc…)

– 1 cup de frutos secos e sementes (nozes, amêndoas, avelãs, cajus, pistácios, sementes variadas)

– 1 cup de frutas secas (passas, alperces, bagas goji, etc.)

– 1/3 + ¼ de adoçante (mel, xarope de ácer, etc.)

– 1 cup de “cola” (fruta esmagada, manteiga de amêndoa, etc.)

(1 cup é aproximadamente igual a 250 ml, mas o ideal é utilizar um copo medidor)

Depois de decidir o que utilizar e respeitando as proporções referidas, acabei por obter umas barrinhas de cereais verdadeiramente deliciosas… A única recomendação que faço é que as mantenham no frio para que não se desmanchem. Como não utilizei açúcares nem gorduras, o processo de ‘caramelização’ que ajuda a unir todos os ingredientes, não existe e por isso o frio é determinante para as manter consistentes. Não são menos saborosas, mas são sem dúvida muito mais saudáveis.

Ingredientes:cooking - barra 1

(Para 18 barritas)

– 290 gr (2 +1/2 cup) de flocos de 5 cereais biológicos

– 120 gr (1 cup) de amêndoas, cajus, avelãs (sem casca), sementes de linhaça, sementes de girassol e sementes de sésamo

– 120 gr (1 cup) de passas e tâmaras

– 1 colher de chá de canela

– 100 gr de banana esmagada (1 banana) + 50 gr de tâmaras + 80 gr de mel (juntei o adoçante e a “cola”)

Preparação:

Comece por fazer a “cola”. Coloque a banana, as tâmaras e o mel no copo da Bimby e processe 5 segundos, velocidade 7. Baixe os resíduos que ficaram agarrados ao copo e processe mais 10 segundos, velocidade 5.

Junte os restantes ingredientes, que pesou previamente, e dê 5 golpes de turbo.

Pré-aqueça o forno a 160º.

Coloque os cereais numa forma forrada com papel vegetal (utilizei uma do Ikea com uma medida 25 x 37 cm) e calque bem. Leve ao forno por 20 a 25 minutos.

Findo o tempo, retire e deixe arrefecer bem. Coloque um pouco no frigorífico se for necessário.

Quando estiver bem sólido, corte com uma faca bem afiada tentando que o golpe seja contínuo, para evitar que se desfaça e para conseguir uma barra bem direita.

Envolva em película aderente e mantenha no frigorífico até comer.

Alternativa de Preparação:

Comece por fazer a “cola”. Esmague a banana e as tâmaras num almofariz. Junte o mel e faça uma mistura bem homogénea.

Junte os restantes ingredientes, que pesou previamente, e misture bem. Aconselho a moerem grosseiramente os ingredientes maiores antes de juntar à “cola” – amêndoas, avelãs, cajus e tâmaras.

Pré-aqueça o forno a 160º.

Coloque os cereais numa forma forrada com papel vegetal (utilizei uma do Ikea com uma medida 25 x 37 cm) e calque bem. Leve ao forno por 20 a 25 minutos.

Findo o tempo, retire e deixe arrefecer bem. Coloque um pouco no frigorífico se for necessário.

Quando estiver bem sólido, corte com uma faca bem afiada tentando que o golpe seja contínuo, para evitar que se desfaça e para conseguir uma barra bem direita.

Envolva em película aderente e mantenha no frigorífico até comer.

Nota: para obter um sabor mais intenso, se quiser, pode passar as sementes e frutos secos um pouco pelo calor numa frigideira antiaderente.

Utilizei como base a informação que está aqui.

(Imagem cedida pela autora) Sónia Alegre – Uma Pedra de Sal.

Cá por Casa Faz-se Assim: Bolo de Gelatina Light

Aqui há dias o meu filho passou a tarde a suplicar por um bolinho de pêssego (vá-se lá saber a que propósito é que ele se foi lembrar de pêssegos…)!

Ora sem pêssegos em casa, nem naturais nem enlatados, o mais próximo que tinha do sabor pedido era… Gelatina! Por isso, toca de ir para a cozinha e sacar do pacote de gelatina. Saiu isto:

Cooking World - Bolo de Gelatina Light

Ingredientes:

3 ovos

1 cháv. de adoçante em pó

1 pacote de gelatina em pó (sabor a escolha)

2 cháv. de farinha

1 c. sobremesa (bem cheia) de fermento

200ml de iogurte natural magro

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Bater as claras em castelo.

Bater muito bem as gemas com o adoçante e juntar a gelatina em pó e o iogurte magro. Alternadamente, ir adicionando a farinha previamente misturada com o fermento e as claras em castelo.

Colocar o preparado numa forma muito bem untada e levar ao forno cerca de 30 minutos. Deixar arrefecer 15 a 20 minutos antes de desenformar.

Nota: Eu decorei o bolo com uma calda de cacau, feita com 1dl de água, 1 c. de sopa de adoçante em pó e 1 c. de sopa de cacau magro em pó.

Espero que gostem!!

Sumo de Papaia e Laranja

Nota Cooking: Contribuição do blog Uma Pedra de Sal! Original aqui

Pequenos almoços de sábado são sempre especiais! Apesar de ser uma mulher de hábitos e gostar de comer sempre cereais de manhã, ao sábado abro uma excepção  até porque há mais tempo… E quase sempre sai um sumo de frutas. Adoro frutas tropicais e apesar de não serem uma opção nada barata, nos dias que correm, de vez enquando lá abro uma excepção  Se pensarmos bem, em termos de custo, ficou a metade do preço do que custa um sumo de frutas fora de casa. Com a vantagem de se poder escolher a quantidade de açúcar a incluir e as frutas da nossa preferência. Além disso, se forem tão preguiçosos quanto eu para comer fruta, assim não custa mesmo nada!

Este sumo ficou fantástico e com a Primavera que vai chegando bem devagarinho, vai começando a apetecer cada vez mais estas soluções fresquinhas e saudáveis. Bem vindo sol!

Ingredientes:cooking - sumo

(para 2 copos)

1 papaia (200 gr)

laranjas qb (200 gr de sumo)

40 gr de açúcar

1 colher de café de pasta de baunilha

300 gr de água

Preparação:

Descasque as laranjas e elimine o máximo de filamentos brancos e coloque dentro do copo da bimby. Junte a papaia descascada e sem sementes, bem como o açúcar e a pasta de baunilha (se não encontrar pode utilizar um pouco de essência). Programe 15 segundos, velocidade 9.

Junte a água e programe mais 1 minuto, velocidade 9. Sirva de imediato.

Alternativa de preparação:

Descasque as laranjas e elimine o máximo de filamentos brancos e coloque dentro de um copo liquidificador (ou outro robot eu permita reduzir a fruta a polpa). Junte a papaia descascada e sem sementes, bem como o açúcar e a pasta de baunilha (se não encontrar pode utilizar um pouco de essência). Processe até desfazer bem.

Junte a água e volte a processar até obter uma bebida bem homogénea e sem grumos. Sirva de imediato.

(Imagem cedida pela autora) Sónia Alegre – Uma Pedra de Sal.