ABC dos Alimentos: Alho Francês

Nota Cooking: Contribuição do blog Na Aldeia com a Natureza! Original aqui. 🙂

Há tempos atrás olhei para a horta e pensei que teria que fazer algumas colheitas, nomeadamente o Alho Francês ou Alho-Porro.

Cooking World - Alho Frances 1

Como não é criado em estufa e sim ao ar livre, se o deixasse mais tempo na terra começava a endurecer e depois já não teria um gostinho tão saboroso! Um pouco de sabedoria … Pois bem…

… Em vez de formar um bulbo arredondado, como a cebola, o alho-poró produz um longo cilindro de folhas encaixadas umas nas outras, esbranquiçadas na zona subterrânea, sendo esta a parte das folhas a mais utilizada na culinária, ainda que a parte verde também possa ser utilizada, por exemplo, em sopas. Para que o bulbo fique de cor branca é necessário proceder à “amontoa”, cerca de 30 dias antes da colheita. Tal operação consiste em soterrar quase por completo a planta.

São geralmente semeados em canteiros, em estufas dos quais se retiram as mudas, que se podem encontrar no mercado e transplantar para hortas. Depois da muda, é uma planta particularmente resistente. Existe um conjunto de variedades particularmente adaptadas ao frio e que se mantêm prontas para consumo durante o inverno. É mais resistente à geada que a cebola. A planta adapta-se facilmente a qualquer tipo de solo, ainda que prefira solos pouco ácidos ou sensivelmente neutros. É aconselhável também que o solo seja bem drenado.

Em geral subdividem-se as variedades cultivares de alho-francês em alho-francês de inverno e de verão. Enquanto que o alho-francês de verão é plantado com vista a uma colheita rápida, o alho-francês de inverno é geralmente colhido até à primavera seguinte ao ano em que é plantado. As variedades de verão são geralmente de menor porte e têm um sabor menos intenso que as variedades de inverno.” In Allium ampeloprasum, Porrum

Assim sendo, o que me lembrei de confeccionar hoje? Apresento a minha aventura de produtos vindos directamente da horta… Alho Francês, cebola, alho… Os outros já vieram directamente da Loja 😀

Cooking World - Alho Frances 2

Tudo junto dá uma Maravilhosa Tarte / Quiche de Alho Francês. Adianto que não é nada enjoativa, mas sim simples e com um sabor único. Excelente para acompanhar qualquer iguaria ou simplesmente para uma entrada.

Espero que tenham gostado de mais uma sugestão de Na Aldeia com a Natureza…

(Imagens cedidas pela autora) Aladiah – Na Aldeia com a Natureza.

Anúncios

Cá por Casa Faz-se Assim: Congelar Alho Francês

Por estas bandas, quase todos os legumes passam pela arca frigorífica. Não é que não gostemos de legumes frescos, muito pelo contrário – adoramos. Mas, por uma questão de poupança e organização, sempre que encontro boas promoções compro em quantidade; e para que não se estraguem, há que recorrer ao seu congelamento. Hoje foi a vez do alho francês!

Começo por lavar os alhos franceses e cortar as extremidades.

Depois corto em rodelas finas a parte branca, lavo novamente, deixo a escorrer alguns minutos, seco muito bem com um pano turco (que só uso para secar legumes) e coloco num saco de congelação, com indicação do conteúdo e da data de congelação. Retiro a maior quantidade de ar possível de dentro do saco e “acomodo” o alho francês para, por um lado, minimizar o espaço ocupado na arca e por outro facilitar a tarefa de retirar apenas a porção necessária para cada refeição. E depois é só congelar. Pode ser utilizado para sopas, para refogados, para macedónias, para saladas, para fazer à brás… A imaginação é o limite!

E a parte verde, perguntam vocês? Pois a parte verde é também cortada, mas em pedaços maiores; em seguida é também lavada, escorrida e seca, colocada num outro saco de congelação devidamente identificado e acondicionada dentro do mesmo, pelos motivos referidos anteriormente. É congelada e utilizada em sopas.

Cooking World - Alho Frances 5

Por aqui, a única coisa que não se aproveita é mesmo a base das raízes e as pontinhas mais velhas das folhas… De resto, vai tudo para a panela ou para o tacho! E como está tudo preparadinho, poupa-se também imenso tempo na altura de fazer as refeições :).