Canelones de Tofu e Courgette (Sem Bechamel)

Nota Cooking: Contribuição do Vegelicious blog! Original aqui. 🙂

Fala-se bastante por aí de “comfort food”, aquela comidinha que lembra a da mamã, que nos transporta à infância, que nos faz sentir nostálgicos e que nos aconchega a barriga e a alma.

Ora os canelones, a mim, fazem isso tudo e mais alguma coisa! São deliciosos, lembram-me domingos chuvosos e as negociações com a minha irmã para ver com quem ficava com a parte do queijo mais tostado.

Nessa altura, os canelones que comia eram recheados com carne, mas agora faço-os com bolonhesa de soja, com espinafres e mesmo assim, trazem-me sempre boas recordações e aconchegam a barriga.

Decidi experimentar uma receita que levasse tofu, para usar o tofu que tinha feito no dia anterior. Encontrei esta e usei-a como inspiração. O resultado não podia ter ficado melhor. 🙂

Cooking World - Canelones de Tofu e Courgette

Ingredientes:

½ cebola picada

2 dentes de alho picado

2 colheres de sopa e azeite

180gr de tofu emagado com um garfo (eu fi-lo, mas caso optem por comprar, optem pelo macio)

1 curgete média cortada aos cubinhos

2 chávenas de café de vinho branco

2 chávenas de café de polpa de tomate

sal e pimenta a gosto

1 folha de louro (sem o veio do meio)

12 tubos de canelones (que não precisem de pré-cozedura)

1 ovo batido

2 copos de iogurte (usei grego, mas podem usar magro)

queijo ralado a gosto (usei ½ pacote, +/- 100gr)

Preparação:

Numa frigideira grande, refogar o alho e a cebola em azeite até alourar. Juntar o tofu e a curgete e temperar com sal e pimenta, mexendo bem para envolver os sabores. Em seguida, adicionar o vinho e o louro e deixar cozinhar até a curgete ficar macia e o vinho evaporar. Retirar do lume.

Rechear os canelones com a mistura de tofu e curgete (esta parte é uma seca, admito. Podem passar tudo e usar um saco de pasteleiro para facilitar o processo, ou usar folhas de lasanha fresca, depositar a mistura no meio e enrolar as folhas. Eu, como gosto de complicar, recheei um a um, com a ajuda de uma colher pequena).

Num pirex, espalhar polpa de tomate (o equivalente a 1 chávena de café) com a ajuda de um pincel de cozinha. Dispor os canelones no pirex e cobrir a restante polpa de tomate.

À parte, numa tigela, misturar o ovo batido com o iogurte até obter uma mistura homogénea. Regar os canelones com a mistura de iogurte e finalizar com o queijo ralado.

Levar ao forno previamente aquecido, a 180º durante 30 minutos, ou até a massa dos canelones estar tenra.

Esta receita dá para 4 gulosos (3 canelones para cada um).

(Imagem cedida pela autora) Vegelicious Blog.

Anúncios

Penne com Tomate, Requeijão e Manjericão

Nota Cooking: Contribuição do blog Vegelicious! Original aqui. 🙂

Muitas vezes caímos no erro de pensar que as comidas deliciosas são as mais complicadas de fazer. Não são! Podemos fazer pratos simples e saborosos sem grandes esforços através de ingredientes frescos e saudáveis.

Como adoro massa e não resisto a pratos com aquele toque italiano, cada vez que chego tarde a casa e a fome é grande (ou dá-me a preguiça do fim-de-semana), faço este prato super prático, rápido e cheio de sabor.

Come-se com os olhos, enche a barriga e é deliciosa!

Cooking World - Penne com Tomate, Requeijao e Manjericao

Ingredientes:

3 dentes de alho picados

200gr de massa penne

15 tomates cherry cortados em quartos

200gr de requeijão esmagado com um garfo

6 azeitonas pretas cortadas às rodelas

2 colheres de sopa de azeite

12 folhas de manjericão (+/- 8gr) picadas

sal e pimenta a gosto

 Preparação:

Numa panela, ferver água e sal e juntar o penne. Mexer bem e cozinhar até estar al dente. Escorrer e reservar.

Numa frigideira, alourar o alho no azeite. Quando estiver dourado, juntar os tomates cherry, as azeitonas e o manjericão. Temperar e cozinhar em lume médio até os tomates se desfazerem, mexendo ocasionalmente. Adicionar o requeijão e envolver bem.

Acrescentar a massa penne cozida à mistura, e deixar cozinhar por mais alguns minutos para envolver bem os sabores.

Servir de imediato.

Esta receita dá para 2 comilões =)

(Imagem cedida pela autora) Vegelicious.

Tarte de Cogumelos

Nota Cooking: Contribuição do blog Na Cozinha da Leonor! Original aqui. 🙂

Cooking World - Tarte de CogumelosIngredientes:

230g de massa quebrada
300g de cogumelos
1 Colher das de sopa de azeite
2 Ovos
1 Iogurte natural
200ml de natas
200g de queijo ralado

Preparação:

Lavam-se e cortam-se os cogumelos, unta-se uma frigideira com azeite e salteiam-se os cogumelos.

Numa tigela coloca-se o iogurte, os ovos e as natas, bate-se tudo até ficar bem
misturado.

Estende-se a massa quebrada e cobre-se o fundo da tarteira, coloca-se os cogumelos, o preparado anterior e por cima de tudo o queijo ralado.

Leve ao forno até o queijo gratinar, sirva e bom apetite!

(Imagem cedida pela autora) Leonor Cerveira – Na Cozinha da Leonor.

Spaghettini com Shoarma de Tremoço

Mais uma experiência com os produtos d’ O Talho Vegetariano! Desta feita, shoarma de tremoço. 🙂

Resolvi aventurar-me um bocadinho mais do que o costume e saiu um spaghettini com shoarma de tremoço, cogumelos e cenoura; querem saber como fiz?

Cooking World - Spaghettino com Shoarma de TremocoIngredientes:

Spaghettini q.b.

1 emb de shoarma de tremoço

1 cenoura ralada

1 lata de cogumelos em conserva

1 iogurte natural

3 dentes de alho

Azeite q.b.

Preparação:

Cozer o spaghettini de acordo com as instruções da embalagem (8 minutos em água fervente com sal).

Num wok, colocar um fio de azeite e os dentes de alho laminados e deixar aquecer bem; juntar a cenoura ralada, os cogumelos escorridos e o shoarma e deixar saltear cerca de 10 minutos. Apagar o lume, adicionar o iogurte e envolver bem.

Servir com o spaghettini.

Cá por casa todos gostaram, embora o filhote tenha torcido um bocadinho o nariz no início (tal como faz com tudo o que seja novo/diferente!). Não foram necessários outros temperos. Não consigo fazer uma comparação adequada com o shoarma tradicional pois não costumo consumi-lo, mas este, de tremoço, está certamente aprovado! O facto é que ficou uma refeição muito saborosa, saudável, com poucas calorias e muito fácil e rápida de preparar. Experimentem!

Para saberem onde podem adquirir os produtos d’O Talho Vegetariano cliquem aqui; irão encontrar uma lista dos diversos pontos de venda a nível nacional. 🙂

Clafouti de Feta e Legumes

Nota Cooking: Contribuição do blog Brisa Marítima! Original aqui. 🙂

Gostamos de carne…

Gostamos de peixe…

Isso é inquestionável!

Mas a variedade e a criatividade tornam-se cada vez mais palavras de ordem nos dias que correm e as alternativas à carne e ao peixe são também excelentes opções como se revelou este “Clafouti” de Queijo Feta e de Cogumelos que foi uma agradável surpresa !

São assim os nossos Sábados à noite, com refeições descontraídas, deliciosas e sempre com boa disposição à mistura antes de uma sessão de cinema caseira até altas horas…

Afinal de contas, quem é que não gosta da febre de Sábado à noite ??

Cooking World - Clafouti de Feta e CogumelosIngredientes:

3 dentes de alho

8 cogumelos frescos

150 gr. de courgete

2 colheres de sopa de manteiga

4 ovos

100 gr. de farinha

2,5 decilitros de leite

150 gr. de queijo feta

tomates cereja

manteiga q.b.

sal q.b.

pimenta de caiena q.b.

orégãos q.b.

Preparação:

Ligue o forno a 190º C.

Unte uma tarteira com manteiga e reserve.

Pique os dentes de alho, corte os cogumelos em quartos e corte a courgete em meias luas.

Salteie tudo na manteiga, tempere com sal e pimenta.

Parta os ovos para uma tigela, junte-lhes a farinha a pouco e pouco e vá mexendo com a vara de arames. Junte o leite, envolva bem e tempere com sal e pimenta.

Passe este preparado por um passador de rede e coloque-o dentro da forma.

Por cima, disponha o salteado de legumes, intercale o queijo e os tomates cereja (inteiros ou em pedaços).

Perfume com orégãos.

Leve a meio do forno durante cerca de 15/30 minutos.

Retire do forno e sirva.

Bom Apetite!

(Imagem cedida pela autora) Isabel Fernandes – Brisa Marítima.

Cubinhos de Tofu com Leite de Coco

Nota Cooking: Contribuição do blog Vegelicious! Original aqui. 🙂

Cá em casa pedem-se pratos com molhos, molhos quentinhos e cheios de sabor. Os de caril são os mais apreciados, talvez porque quando era pequena, lá em casa nunca se cozinhava nada com estas “molhangas”. Ainda hoje a minha mãe, coitada, não pode nem com o cheiro…

Descobri no outro dia, uma receita no centro vegetariano que me fez salivar ao momento…e como tinha tofu e leite de coco, experimentei-a logo logo! Ficou maravilhosa e pode ser congelada caso sobre, para ser utilizada em dias que o tempo escasseia.

Cooking World - Cubinhos de Tofu com Leite de CocoIngredientes:

750gr de tofu fumado cortado aos cubos
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
3 tomates cortados em pedaços
3 colheres de café de gengibre fresco ralado
3 colheres de café de caril
400ml de leite de coco (1 lata)
4 colheres de sopa de azeite

sal e pimenta a gosto

Preparação: 

Numa frigideira grande/wok, alourar a cebola, o gengibre e o alho em azeite. Juntar o tomate, temperar com sal e pimenta e cozinhar por alguns minutos. Em seguida, acrescentar o tofu e cozinhar até o tomate se começar a desfazer, mexendo ocasionalmente. Caso fique muito seco, acrescentar água.

Adicionar o leite de coco e o caril e deixar engrossar.

Servir com arroz.

Esta receita dá para 6 comilões =)

(Imagem cedida pela autora) Vegelicious.

Risotto de Beterraba com Leite de Coco

Nota Cooking: Contribuição do blog Receitas para a Felicidade! Original aqui. 🙂

Mais uma semana e mais uma deliciosa receita que vos trago, feita com o risotto Arroz do Mundo ORIENTE.

Cooking World - Risotto de Beterraba com Leite de CocoIngredientes:

300 g de arroz para risotto Novarroz

1 cebola

2 dentes de alho

1 dl de azeite

1 dl de vinho branco

2 beterrabas cozidas

Sumo de uma laranja

9 dl de caldo de legumes ou água

20 g de manteiga

10 g de queijo parmesão ralado

Sal q.b.

Leite de Coco q.b.

Preparação:

Triturar as beterrabas a que juntou um pouco de sumo de laranja, reserve. Num tacho com azeite, refogar a cebola e os dentes de alho picados. Acrescentar o arroz, mexer e depois refrescar com o vinho branco. Aos poucos vá agora adicionando o caldo de legumes e sempre sem mexer, apenas agitando o tacho. Depois do arroz estar cozido e cremoso, retirar do lume e adicionar aos poucos o puré de beterraba, a manteiga e o queijo ralado. Envolver delicadamente todos os ingredientes. Servir o arroz com um pouco de leite de coco.

(Imagem cedida pela autora) Mariana Teixeira – Receitas para a Felicidade!

Hamburguers de Feijão Vermelho

Nota Cooking: A primeira contribuição do blog Delícias cá da Casa! Original aqui. 🙂

O facto de eu achar (ei calma, que não estou a dizer que virei vegetariana) que consumimos demasiada carne, faz-me procurar alternativas, boas, saudáveis e económicas. Desde a quinoa, os hamburguers de grão de bico, as saladas quentes de legumes, os ovos, vou variando e tentando introduzir coisas novas. E a verdade é que essa variedade se estende à restante família. O J. também comeu e gosto deste hamburguer de feijão vermelho, sacia imenso e é muito saboroso. Que tal introduzirem na vossa rotina a 2ª feira sem carne? Variem, há tanta coisa boa para comer.

Cooking World - Hamburguer de Feijao VermelhoIngredientes:

(para 3 hamburguers generosos)

230g de feijão vermelho cozido
40g de flocos de aveia finos
sal

pimenta preta moída na hora
cominhos
caril
salsa
coentros
1 dente de alho pequeno
1 cebola pequenina1 fio de azeite

*Guarnição:
cebola salteada
queijo
molho tártaro

*Pão à escolha: cereais, panini, mistura, integral, …

Preparação:

Triturar tudo no Robot: feijão, flocos, temperos, salsa, coentros, cebola e alho e com as mãos moldar hamburguers (na bimby vel. 5-7-9, 15 seg.).

Coloque um fio de azeite numa frigideira anti aderente e aloure o hamburguer cerca de 2m em cada lado, em lume brando. Quando virar, coloque por cima da metade uma fatia de queijo para ir derretendo.

Coloque num pão, por cima a cebola e o molho tártaro.

(Imagem cedida pela autora) Cláudia Pinto – Delícias Cá da Casa.

Calzone de Espinafres e Ricota

Nota Cooking: A primeira contribuição do blog Sabores Leves! Original aqui. 🙂

O jantar de sábado foi este Calzone de Espinafres e Ricota e vai ser para repetir mais vezes com toda a certeza, pois além de ter uma confecção prática fica uma refeição leve e muito saborosa. Para a próxima vou experimentar variar o recheio usando cogumelos.

Ingredientes:

???????????????????????????????Massa

150g farinha tipo 65
150g farinha integral
2 c sopa de azeite
1,5 dl água morna
1 c sopa açúcar
2 c chá sal fino

Recheio

500g espinafres frescos
250g queijo ricota
2 dentes de alho
Azeite, sal, pimenta branca
Ervas aromáticas a gosto qb

Preparação:

Deitar os ingredientes todos no copo da Bimby e programar 2mn/Velocidade espiga e reservar.

Numa frigideira com um fio de azeite e a alho picado, saltear os espinafres picados durante 3 minutos em lume médio.

Temperar com sal, pimenta e ervas aromáticas a gosto. Juntar o queijo e envolver bem.

Aquecer o forno a 190ºC.

Estender a massa em forma de círculo até ficar com pouca espessura.

Deitar o recheio, fechar o calzone como se fosse um rissol e apertar muito bem as pontas. Levar ao forno durante 20 minutos.

(Imagem cedida pela autora) Lena Santos – Sabores Leves.

Tiras Estaladiças de Curgete

Nota Cooking: A primeira contribuição do blog [Limited Edition]! Original aqui. 🙂

Se eu experimentasse todas as receitas 332 receitas que se encontram no meu álbum do Pinterest “Fooooood!”, seria certamente uma bolinha. Ou uma bolona, com direito a dois lugares no avião só para mim. Mas a verdade, é que me interessa sempre experimentar receitas diferentes e lá vou fazendo “pin” de uns bifes aqui, uns lombos de salmão ali, umas batatas acolá. No final, mais de 300 receitas e eu só com uma vida para as experimentar.

Por exemplo, estas “crispy parmesan zucchini fries” estavam perdida pelo álbum há algum tempo. Aguardavam que comprasse uma embalagem de panko, uma espécie de pão ralado japonês muito utilizado em pratos americanos (não me perguntem porquê). Consegui encontrá-lo na Liberty Store aqui em Lisboa, mas já ouvi dizer que na secção de produtos orientais de grandes superfícies também os costumam ter. Caso prefiram, podem substituir por pão ralado, mas não fica exactamente o mesmo: nem em sabor, nem em textura. No entanto, se quiserem experimentar estas tiras de curgete estaladiças, garanto-vos que são saborosas e fazem um brilharete tanto como entrada como petisco!

Cooking World - Tiras Estaladicas de CurgeteIngredientes (retirado daqui):

1/2 curgete cortada em tiras
1 ovo
farinha qb
panko qb
alho em pó
pimentão doce (paprika)

parmesão ralado

Preparação: 

Passar a curgete cortada em fatias finas pela mistura de farinha com alho em pó e pimentão doce. Seguidamente envolvê-las no ovo e depois numa mistura de panko, alho em pó, pimentão doce e parmesão (ralado na altura). Levar ao forno a 220º durante 10 minutos. Virar e assar mais 10 minutos. Servir quente acompanhado de um molho à escolha, tipo dip (eu usei barbecue).

(Imagem cedida pela autora) Maria Teixeira – [Limited Edition].

Noodles Chineses

Agora que encontrei um supermercado chinês cheio de coisas boas e mega baratas, sou feliz! 🙂

Além de mais económico, têm uma variedade de produtos, cada um mais interessante que o outro e montes de ingredientes que dificilmente se encontram por aí, como edame, molho de ostra vegetariano ou bambú fresco.

Como lá fui no fim-de-semana passado fiquei inspirada e fiz, como não podia deixar de ser, noodles chineses. Adoro este prato por ser tão fácil, tão rápido e cheio de vegetais fresquinhos e saborosos.

Cooking World - Noodles ChinesesIngredientes:

1/3 pimento vermelho laminado
200gr. de bambu fatiado (primeiro deve passar-se por água)
1 bolsa de rebentos de soja (200 gr.)
5cm de alho-francês picado
2 colheres de sopa de azeite
280gr. de brócolos congelados (caso usem frescos, ponham bastante mais) previamente descongelados
400gr de noodles chineses (usei de trigo)
4 colheres de chá de sopa de molho de soja

sal e cebolinho fresco picado a gosto

Preparação:

Numa panela com água a ferver temperada com sal, acrescentar os noodles. Cozinhar até estarem al dente (são bastante rápidos, demoram cerca de 2 minutos a fazer). Escorrer e reservar.

Num wok, saltear o alho-francês, brócolos, pimento, rebentos de soja e o bambu. Acrescentar o molho de soja e o sal e cozinhar até os rebentos ficarem tenros. Rectificar o sal e molho de soja se necessário.

Juntar os noodles e os cebolinho aos legumes e deixar cozinhar mais alguns minutos, envolvendo bem.

Esta receita dá para 4 pessoas e é perfeita para comer com pauzinhos! 🙂

(Imagem cedida pela autora) Vegelicious

Seitan Estufado com Cenoura

Nota Cooking: Hoje, mais uma receita vegetariana do “nosso” Vegelicious :).

Depois de 7 anitos a viver sozinha, comprei uma panela de pressão…já não era sem tempo! O objectivo era utilizá-la para cozer o grão e feijão (que têm um sabor muito melhor quando comprados secos), mas experimentei fazer uma receita que a minha mãe fazia com carne de vaca, na versão vegetariana, claro.

Por isso fiz utilizei seitan a substituir a carne, e com as indicações que me deu a minha mãe, lá fiz um estufado de seitan e cenoura. Ficou de-li-ci-o-so! A cenoura desfazia-se na boca e o seitan ficou com o gostinho maravilhoso. Igualzinho ao da mamã.

Esta receita pode ser feita numa panela normal, mas a cenoura não fica tão boa.

Cooking World - Seitan estufado com cenouraIngredientes:

6 cenouras às rodelas
500gr. de seitan (2 pacotes)
½ cebola picada
2 dentes de alho picados
2 colheres de sopa de azeite
¾ de um pacote de tomate
2 chávenas de café de vinho branco
sal, pimenta e noz-moscada a gosto

1 folha de louro (sem o veio do meio)

Preparação:

Na panela de pressão, refogar o alho e a cebola em azeite até estarem durados. Em seguida, juntar a polpa de tomate e o vinho e deixar fazer o chup-chup (começar a ferver).

Adicionar a cenoura e deixar cozinhar por 2 minutos.

Enquanto isso, cortar o seitan às fatias grossas e juntá-las à panela de pressão, adicionando 3 copos de água.

Tapar bem a panela de pressão e pôr o lume no máximo. Quando começar a assobiar, baixar o lume para o mínimo e deixar cozinhar por 10 minutos.

Passado esse tempo, deixar arrefecer a panela para sair a pressão (uma boa maneira de apressar as coisas é pôr a panela debaixo da torneira com água fria). Nunca abrir a panela ainda com pressão lá dentro!

Caso o molho ainda esteja muito liquido, cozinhar por mais uns minutos, desta vez sem tampa. Servir com arroz ou puré de batata.

Esta receita dá para 5 pessoas =)

(Imagem cedida pela autora) Vegelicious

Cebolada de Tofu com Boulgour

Nota Cooking: Nova contribuição do Vegelicious blog!

Depois de me ter aventurado a fazer tofu caseiro pela primeira vez, cozinhei-o para o provar.

Decidi-me por algo simples para poder apreciar bem o sabor do tofu e acabei por fazer uma cebolada. Para acompanhar, fiz um delicioso boulgour com cenoura.

Para quem não conhece, o boulgour é trigo duro pré-cozido seco e triturado, bastante nutritivo e óptimo substituto do arroz. Quem ainda não experimentou, nem sabe o que perde!

O tofu estava um bocado doce por me ter armado em forreta e ter comprado leite de soja de uma marca piorzinha mas mesmo assim ficou muuuito bom.

Ingredientes:

Cooking World - Cebolada de Tofu com Boulgour1 dente de alho picado
1 cebola laminada
1 tofu caseiro (+/- 180gr) aos cubos
6 cogumelos frescos laminados
2 colheres de azeite
1 folha de louro (sem o veio do meio)
sal, pimenta e noz-moscada a gosto
Sementes de sésamo para decorar

Para o Boulgour:

1/2 copo de boulgour
1 copo de água
1 cenoura aos pedaços
1 dente de alho picado
1 colher de sopa da azeite
sal a gosto

Preparação:

Numa panela, refogar o alho e a cenoura no azeite. Acrescentar o boulgour, o sal e deixar cozinhar, mexendo bem. Quando o boulgour já estiver frito (fica um pouco transparente), acrescentar a água e mexer para não colar. Deixar cozinhar até a água secar por completo. Tapar por 10 minutos paa ficar soltinho.

À parte, num wok, refogar a cebola, o alho, o louro e os temperos no azeite até a cebola ficar dourada e tenrinha.

Adicionar os cogumelos e cozinhar até libertarem toda a água. Juntar o tofu e envolver com cuidado para o tofu não se desfazer. Cozinhar em lume médio até o tofu estar dourado de ambos os lados.

Decorar com sementes de sésamo.

Esta receita dá para 2 comilões :).

(Imagem cedida pela autora) Vegelicious

Batatas Bombay

Nota Cooking: Nova contribuição do blog Vegelicious :).

Sou fã de especiarias e de muita cor…por isso, a comida indiana é a minha gastronomia preferida!

Para quem é vegetariano, os restaurantes indianos são uma óptima opção para quando se está de viagem e não conhecemos a zona, pois têm na ementa uma data de opções, cada uma mais apetitosa que outra. E normalmente, são bastante acessíveis de preço.

Como não podia deixar de ser, há muitos pratos indianos que fazem parte do menu cá de casa. Batatas Bombay (Bombay aloo) é um deles – fácil e delicioso =).

Ingredientes:

Cooking World - Batatas Bombay3 batatas grandes cortadas aos cubos
½ cebola laminada
1 cenoura laminada
¼ pimento vermelho laminado
1/3 de 1 molho de brócolos (+/- 150gr.) cortados em pedacinhos pequenos
8 cogumelos frescos laminados
2 punhados de ervilhas congeladas
4 colheres de chá de garam masala
2 colheres de chá de gengibre em pó
1 colher de chá de mostarda Dijon
1 colher de chá de cominhos
6 colheres de sopa de azeite
sal a gosto

salsa seca para decorar

Preparação:

Numa panela, colocar as batatas e encher de água. Temperar com sal e cozê-las até estarem macias. Escorrer e reservar.

Numa frigideira antiaderente, colocar 3 colheres de sopa de azeite, ½ colher de chá de mostarda, metade do garam masala e do gengibre, sal, cebola e pimento. Cozinhar até a cebola estar dourada.

Adicionar a cenoura e as ervilhas e cozinhar por 3 minutos, mexendo bem. Acrescentar os cogumelos e os brócolos, cozinhando até os cogumelos perderem toda a sua água. Tirar do fogo e reservar.

Na mesma frigideira, colocar 3 colheres de sopa de azeite, o resto das especiarias (garam masala, gengibre e cominhos), sal e as batatas cozidas. Deixar cozinhar durante uns minutos para a batata ganhar o sabor das especiarias.

Juntar as batatas com os legumes e decorar com salsa seca.

Esta receita dá para 4 gulosos e deixa um cheiro maravilhoso pela casa!

(Imagem cedida pela autora do blog) Vegelicious

Baba Ganoush

Nota Cooking: Contribuição Vegelicious

Descobri o baba ganoush num restaurante e não descansei enquanto não arranjei a receita. É maravilhosamente delicioso! Bastante menos conhecido que o Hummus, também é proveniente do Oriente médio e a sua confecção é bastante idêntica. Quem faz um, faz outro, por isso, hummusholics do mundo, toca a experimentar. É maravilhoso com pão de pita, tostinhas ou cenoura crua.

Cooking World - Baba GanoushIngredientes:

1 beringela grande
4 colher sopa de tahine
½ limão (para espremer)
1 dente de alho
2 colheres de sopa de azeite
Sal, pimenta 5 bagas e noz-moscada a gosto
Mistura de sementes para decorar (usei sementes de abobora e de girassol)

Fio de azeite de boa qualidade para decorar

Preparação:

Envolver a beringela em papel de alumínio e assá-la no forno durante 1hora e meia, ou até estar mole. Tirar a pele, e cortar em cubos.

Numa picadora, picar a beringela, a tahine, o sumo do limão, o alho, o azeite e os temperos.

Decorar com as sementes e com um fio de azeite.

(imagem cedida pela autora) Vegelicious

Gnocchi com Abóbora

Nota Cooking: Contribuição Vegelicious

Para variar um pouco da habitual massa e arroz, aqui em casa utilizamos gnocchi. Nos dias de hoje já é comum encontrá-los à venda em qualquer supermercado. Esta receita foi feita num dia em que estava com muita imaginação e com uma abóbora em riscos de decomposição no frigorifico. Foi um sucesso tão grande que já faz parte da nossa ementa. Este Gnocchi com Abóbora é um prato docinho e saudável, perfeito para comer em frente à lareira nos dias mais frios.

Ingredientes:

Cooking World - Gnocchi com Abobora1 pacote de Gnochhi (500gr)
1 cenoura fatiada
½ curgete pequena aos pedaços
¼ de alho-francês  picado
¼ de pimento vermelho grande fatiado
½ abóbora pequena (+/- 500gr.) aos pedaços, sem sementes
7 cogumelos frescos
1 chávena de café de vinho branco
2 colheres de chá de curcuma em pó (açafrão-das-indias)
1 colher de chá de caril
1 colher de chá de gengibre em pó (pode-se usar gengibre fresco)
2 colheres de sopa de azeite
Sal, pimenta 5 bagas e noz moscada a gosto

coentros picados a gosto

Preparação:

Pôr uma panela com água e sal ao lume. Quando começar a ferver, acrescentar os gnocchi e deixar cozinhar por 2 minutos. Retirar e escorrer.

À parte, numa frigideira grande, dourar o alho-francês em azeite. Acrescentar a abóbora e cozinhar em lume forte por 5 minutos. Temperar com a curcuma, caril, gengibre, sal, pimenta e noz-moscada.

Juntar a cenoura, courgete, pimento e o vinho e cozinhar por mais 3 minutos. Adicionar os cogumelos e mexer bem.

Caso o preparado esteja a ficar demasiado seco e a colar no fundo, pode-se sempre juntar um fiozinho de água.

Quando os cogumelos estiverem tenrinhos, acrescentar os gnocchi e deixar cozinhar alguns minutos mais, para o sabor envolver bem.

Acrescentar os coentros frescos e…Bom apetite!

(Imagem cedida pela autora) Vegelicious