Delícia de Bacalhau Folhada

Nota Cooking: Contribuição do blog The Wild Kitchen! Original aqui. 🙂

Cooking World - Delicia de Bacalhau FolhadaIngredientes:

3 Lombos de Bacalhau

2 folhas de Louro

50g de Margarina

100g de Farinha

1 colher de (chá) de Noz de Moscada

0.5dl de Azeite

2 Cebolas em meias luas

200g de Nabiças

450g de Batata Palha

Coentros picados

Sal qb

500g de Massa Folhada

1 Gema

Preparação:

Demolhe atempadamente os lombos de bacalhau. Passe-os depois por água e coza-os num tacho de água e as folhas de louro, durante 15m.

Retire depois, escorra e reserve o caldo, limpe o bacalhau de peles e espinhas e lasque-o. Leve um tacho ao lume com a margarina, junte a farinha mexendo sempre e adicione depois 1 litro do caldo de cozer o bacalhau aos poucos e sem parar de mexer. Retire do lume, junte a noz de moscada e tempere com pimenta e reserve.

Noutro tacho ao lume com azeite, deite as meias luas de cebola e os alhos picados e deixe refogar até alourarem. Adicione as nabiças e deixe cozinhar, mexendo sempre até que fiquem tenros.

De seguida, acrescente a batata palha e o bacalhau lascado e envolva tudo delicadamente, junte o molho que reservou, bem com os coentros picados a gosto e envolva tudo e rectifique o tempero.

Estenda a massa numa bancada polvilhada com farinha e disponha sobre o preparado, calcando bem sobre os rebordos do pirex. Apare os bordos, pincele a massa com a gema e leve ao forno, previamente aquecido a 220ºC, até que fique douradinho. Retire e sirva quente.

(Retirada da Revista Teleculinária Gold n.º 52 Pág. 16)

(Imagem cedida pelo autor) Paulo Herculano – The Wild Kitchen.

Anúncios

Soufflê de Atum e Feijão

Nota Cooking: Contribuição do blog Uma Pedra de Sal! Original aqui.
A primavera chegou (finalmente) e começou a apetecer e muito comidas mais ligeiras. No corre-corre habitual lembrei-me de repente que estava quase a terminar o aniversário do blog da Catarina da Cozinha da Kinhas! E foi mais que razão para saber na perfeição o que fazer para festejar este aniversário! Um souflé! Um souflé com um aspecto bem primaveril, claro está!
A escolha de ingredientes foi inusitada e agora que leio quase que nem me soa bem, mas confesso que nunca tinha provado um souflé tão bom. Às vezes as escolhas mais estranhas sao as que resultam melhor e sem dúvida a cremosidade do feijão e o salgado do queijo e do peixe de conserva acabaram por casar na perfeição. Sendo uma festa, não poderia deixar de engalanar o petisco!
Aprovado cá por casa, veremos se a Catarina e a sua família aprova!

[Um à parte: como li na diagonal as regras e queria mesmo era não faltar à festa, esqueci-me de fotografar a embalagem do queijo Gruyere… Eu sei que é uma falha imperdoável e claro está, ainda que possa ser desclassificada por tal, fica a vontade de estar presente].

 

Ingredientes:cooking - souflé

(para 6 pessoas)

1 lata de atum em azeite

150 gr de feijão vermelho cozido (pode usar manteiga ou outro)

50 gr de queijo Gruyere (pode usar outro da sua preferência)

250 gr de leite

25 gr de farinha

25 gr de manteiga

2 ovos

sal e pimenta qb

courgetes redondas qb (opcional)

 

Preparação:

Coloque o queijo no copo da Bimby e processe 5 segundos na velocidade 9. Retire e reserve.

Coloque no copo o leite, a farinha e a manteiga e programe 6 minutos, 90º, velocidade 4.

Findo o tempo, adicione as gemas, o atum e o feijão e triture 5 segundos, velocidade 5. Rectifique temperos e reserve.

Pré-aqueça o forno a 180º.

Com o copo da Bimby bem limpo, e com a borboleta encaixada, coloque as claras e programe 3 minutos, velocidade 3 e 1/2.

Muito delicadamente, incorpore as claras no preparado reservado em movimentos de baixo para cima.

Unte com manteiga formas para souflé e distribua a massa em cada uma delas deixando um pouco de espaço para crescer. Opcionalmente pode fazer como eu, escave o interior de courgetes redondas e recheie com o souflé. O interior pode congelar e utilizar em sopas.

Leve ao forno cerca de 20 minutos, findo o qual deve aumentar para 200º e cozer aproximadamente mais 20 minutos. Os souflés que foram feito na courgete ficaram mais húmidos do que os feitos nas tacinhas.

Sirva imediatamente como entrada ou como prato principal acompanhado de uma boa salada verde.

 

Alternativa de preparação:

Rale o queijo e reserve.

Coloque num tacho a manteiga a derreter e junte a farinha. deixe cozer um pouco, mexendo sempre com uma vara de arames. Vá juntando o leite em fio e deixe engrossar mexendo sempre. Tempere com sal e pimenta a gosto.

Pronto o Béchamel, adicione as gemas, o atum desfeito e o feijão esmagado grosseiramente com um garfo. Misture bem e reserve.

Pré-aqueça o forno a 180º.

Bata as claras em castelo bem firme. Muito delicadamente, incorpore as claras no preparado reservado em movimentos de baixo para cima.

Unte com manteiga formas para souflé e distribua a massa em cada uma delas deixando um pouco de espaço para crescer. Opcionalmente pode fazer como eu, escave o interior de courgetes redondas e recheie com o souflé. O interior pode congelar e utilizar em sopas.

Leve ao forno cerca de 20 minutos, findo o qual deve aumentar para 200º e cozer aproximadamente mais 20 minutos. Os souflés que foram feito na courgete ficaram mais húmidos do que os feitos nas tacinhas.

Sirva imediatamente como entrada ou como prato principal acompanhado de uma boa salada verde.

 

(Imagem cedida pela autora) Sónia Alegre – Uma Pedra de Sal

Caprichos do Mar com Arroz Primavera

Nota Cooking: Contribuição do blog Cozinha da Duxa! Original aqui.

Parece-me a mim que chegou finalmente a Primavera. Dias bonitos cheios de sol enchem-nos de ânimo e boa disposição!
Os pratos começam aos poucos a mudar de visual. Apetecem refeições mais leves e coloridas.
Acompanhei estas argolas de potas com arroz Primavera, a condizer com a bonita estação.
Podemos prepará-las na fritadeira ou no forno, mas vocês já sabem que prefiro a segunda opção, reduz-se a gordura e ficam igualmente saborosas e estaladiças.

 
Ingredientes:cooking - caprichos do mar
1 embalagem de Caprichos do Mar Pescanova (400+50gr)  

Pré-aqueça o forno nos 220ºC. Sem descongelar coloque os Caprichos do Mar num tabuleiro. Vire-os ao fim de cinco minutos de forno para ficarem estaladiços. Tempo total de forno aproximadamente 10 minutos

Para o arroz:
1 cebola picada
100 g de ervilhas (uso congeladas)
100 g de milho doce
100 g de bacon cortado em tirinhas
300 g de arroz agulha ou bago longo
1 caldo de galinha ou carne
água (2 x o volume do arroz)
1 fio de azeite

 

Preparação:
Pré-aqueça o forno nos 200ºC.

Coloque ao lume um tacho com um fio de azeite, a cebola picada, o bacon, deixe alourar.
Adicione o arroz e deixe fritar um pouco, junte as ervilhas e o milho,  regue com o caldo (água e knorr), corrija o sal, mexa, deixe levantar fervura. Transfira o arroz para um recipiente próprio de forno, e leve ao forno cerca de 15 minutos.

 

(Imagem cedida pela autora) Dulce Caldeira – Cozinha da Duxa

Arroz à Valenciana

Nota Cooking: Contribuição do blog Doçuras & Especiarias! Original aqui.

Bom dia a todos!

Os dias passam de uma forma alucinante, as refeições querem-se rápidas, mas outros dias temos de elaborar algo mais complexo para a visita da família. Pois bem, foi assim que nasceu este prato, uma refeição bastante apreciada cá em casa. Um prato bem típico da nossa gastronomia portuguesa. Olhando para a lista de ingredientes parece uma refeição difícil de preparar mas não, é de simples confecção e o resultado fica bem saboroso. Aproveitei para experimentar o arroz aromático bom sucesso e agradou-me imenso,  torna-se bastante agradável, um casamento perfeito!

Ingredientes:cooking - Valenciana

1 frango (cortado em pedaços pequenos)

300 gr de carne de porco (cortada em cubos pequenos)

1 lata de salsichas

1/2 chouriço

10 camarões grandes

300 gr. miolo de camarão

350 gr. amêijoas (usei congeladas)

400 gr.lulas

350 gr. de Arroz Aromático Bom Sucesso

250 gr de ervilhas (usei congeladas)

1 pimento vermelho

1 cenoura

1 colher de chá de açafrão

1 fio de azeite

1 cebola picada

3 dentes de alho

1 caldo de carne

salsa picada

1 folha de louro

piri-piri

sal

Preparação:
1. Num tacho largo deite o azeite, a cebola, os dentes de alho,  o frango,

a carne de porco, o chouriço cortado em rodelas, deixe alourar e regue com o vinho branco.

2. Entretanto coza os 10 camarões  em água com sal, piripiri e o louro (cerca de 1 litro), retire e reserve a água.

3. Vá juntando aos poucos a água da cozedura do camarão ao frango, adicione o caldo de carne, tempere com sal, acrescente as ervilhas, a cenoura cortada em rodelas, os pimentos cortados em tirinhas, as lulas em rodelas e as amêijoas.

4. Assim que começar a ferver, acrescente o arroz e deixe cozer, aproximadamente 7 minutos.  (se necessário acrescente mais água)

5. De seguida, junte o miolo de camarão, as salsichas cortadas em rodelas, rectifique os temperos e deixe acabar de cozer.

6. Por último, acrescente os camarões inteiros, polvilhe com a salsa picada e sirva.
Bom Apetite!

(Imagem cedida pela autora) Sandra Batista – Doçuras & Especiarias

Fricassé de Pescada com Legumes

Nota Cooking: Contribuição do blog Emoção às Colheradas! Original aqui.

A minha sugestão de hoje é peixinho com legumes.

Um prato saudável, com um molho de textura aveludada e uma certa acidez aromática.

Que bom!! Peixinho sem espinhas 🙂

Ingredientes:cooking world - pescada

1 embalagem de mimos de pescada

1 cebola

150g de abóbora

2 cenouras

louro

1 dentes de alho

2 c. de sopa de manteiga

2 gemas

1,5dl de natas (usei kéfir)

salsa picada

sumo de meio limão

sal

Preparação:

Leve ao lume um tacho com 5dl de água, a cebola, a abóbora e a cenoura cortadas aos pedaços, juntamente com o alho, o louro e o sal.

Assim que começar a ferver, junte os mimos de pescada, deixe-os cozer, retire-os e reserve, baixe o lume e deixe os legumes cozerem.

Quando estiverem bem cozidos, tire o tacho do lume, retire o louro e triture tudo muito bem.

Numa tigela misture bem as gemas, o sumo de limão e as natas (ou kéfir). Junte esta mistura ao preparado anterior e leve ao lume só uns minutos, mexendo até começar a engrossar.

Retifique os temperos e deite este molho sobre a pescada.

Polvilhe com salsa picada.

Sirva acompanhado com arroz ou batata cozida.

Nota: pode acrescentar mais legumes, alho francês, aipo, etc.

Deliciem-se… e bom apetite!

(Imagem cedida pela autora) Isabel Figueiredo – Emoção às Colheradas.

Arroz de Tentáculos de Pota

Não é polvo, é pota, mas passa muito bem pelo primeiro, pelo menos para quem saliva por um belo arroz de polvo mas pretende uma refeição mais económica (como eu, portanto). Cá em casa é feito como a seguir se explica.

Ingredientes:

Cooking World - Arroz de Tentáculos de Pota1 emb de tentáculos de pota
1,5 chávenas de arroz
4,5 chávenas de água
2 cebolas
2 folhas de louro
1 lata pequena de tomate pelado
4 dentes de alho
2 c. sopa de azeite
sal
pimenta
salsa ou coentros

Preparação:

Cozer os tentáculos, ainda congelados, na panela de pressão durante 20 a 25 minutos, juntamente com uma cebola descascada, uma folha de louro e meio copo de água (não colocar sal).

Num tacho largo, colocar a outra cebola picada, os dentes de alho picados ou em lâminas, o tomate pelado partido em pedaços e o respectivo líquido da lata, a outra folha de louro, as duas colheres de azeite e deixar refogar durante 7 a 8 minutos, mexendo de vez em quando.

Entretanto, escorrer os tentáculos de pota, reservando o líquido que estiver na panela de pressão, e cortá-los em  rodelas. Colocar o líquido numa chávena e completar com água, até perfazer o triplo do volume do arroz (no meu caso, 4,5 chávenas de líquido + água para 1,5 chávenas de arroz), juntar ao refogado e deixar ferver. Quando ferver, juntar a pota em rodelas e o arroz, mexer e deixar levantar fervura; nesse momento, mexer novamente e deixar cozer o arroz cerca de 12 minutos em lume brando.

Temperar de sal e pimenta, juntar a salsa ou os coentros picados, apagar o lume, tapar e deixar descansar  alguns minutos antes de servir.

Arroz de Bacalhau com Pimento Vermelho e Hortelã

Nota Cooking: Contribuição do blog Tertúlia da Susy! Original aqui. 🙂

Este arroz de bacalhau foi feito com arroz agulha Bom Sucesso, que é um arroz de grão fino e
longo, vítreo e consistente, que fica solto e seco, como eu gosto.

Cooking World - Arroz de Bacalhau com Pimento Vermelho e Hortela

Ingredientes:

1 cebola

2 dentes de alho

1 tomate

1 colher (sopa) polpa de tomate

Sal q.b.

Piri-piri q.b.

1 fio de azeite

1 folha de louro

1 chávena de arroz agulha Bom Sucesso

1 chávena de bacalhau desfiado

2 + 1/2 chávena de água

3 tiras de pimento vermelho

Hortelã para decorar

Preparação:

Fazer um refogado com o azeite, a cebola picadinha, os dentes de alho picados finamente, a folha de louro, o tomate limpo de peles e sementes e a polpa de tomate.

Acrescentar um pouco de água e deixar cozer. Acrescentar o pimento, o arroz e o bacalhau. Deixar cozinhar.

Sirva e decore com hortelã.

(Imagem cedida pela autora) Susy M – Tertúlia da Susy.

Massa de Arroz com Salmão Fumado

Nota Cooking: Contribuição do blog Oficina das Papitas! Original aqui. 🙂

Agora que o astro rei resolveu presentear-nos com a sua presença, o corpo pede refeições leves e coloridas. Esta que trago hoje, não nos prende mais do que, literalmente, 15 minutos na cozinha. Saboreia-se longamente, se possível ao ar livre, devagar, garfada por garfada.

SONY DSC

Ingredientes:

1 pacote de massa de arroz;

200g de salmão fumado;

2 colheres de sopa de azeite;

2 dentes de alho picados;

1 laranja descascada e partida em cubos;

Folhas de hortelã para salpicar;

Preparação:

Cozer a massa em água fervente conforme indicações da embalagem. Partir em fatias finas o salmão. Levar ao lume, num wok, o azeite e o alho picado. Quando aquecer, sem deixar queimar o alho, verter sobre a massa. Misturar com o salmão, a laranja e salpicar com folhas de hortelã grosseiramente picadas. Está pronta a servir 4 pessoas.

Mãos à obra.

Inspiração no Sabores de Canela.

(Imagem cedida pela autora) Maria Papitas – Oficina das Papitas.

Jardinheira de Chocos

Nota Cooking: Contribuição do blog Sabores Leves! Original aqui.

Aqui há dias comprei um choco com 2kg no mercado de Loulé 🙂 e como não podia deixar de ser fiz uma bela duma jardineira que ficou uma maravilha, o choco apesar de tão grande era muito tenrrinho.

Ingredientes:cooking world - jardineira chocos

Cebola

Dentes de alho

Azeite

Polpa de tomate

Choco

Sal e Pimenta para temperar

Vinho branco

Ervilhas

Cenouras

Preparação:

Refogar cebola e dentes de alhos em azeite. Juntar polpa de tomate e o choco cortado aos bocados, temperar com sal e pimenta e deixar cozinhar uns 5 minutos.

Acrescentar vinho branco e deixar cozinhar até o choco ficar quase cozido, juntam-se ervilhas,  cenouras em rodelas e água.

Rectificar os temperos.

(Imagem cedida pela autora) Lena Santos – Sabores Leves.

Cataplana de Bacalhau

Nota Cooking: Contribuição do blog Entre Tachos e Sabores! Original aqui. 🙂

Esta cataplana é muito simples e sem complicações, rápida e saborosa, e é o que se quer durante a semana, quanto tempo teima em ser escasso.

Aproveito também para relembrar o passatempo “meia.duzia de mimos para ti”, e esclarecer que podem comprar os produtos (compotas) directamente com a marca meia.duzia, pois terão uma pequena atenção (desconto) no preço, por isso não é necessário irem a uma loja, caso não exista nenhuma na vossa zona de residência. Os produtos são maravilhosos, e tem uma conjugação de sabores estupenda, experimentem que não se vão arrepender, e ao participar ainda se habilitam a receber um cojunto de 6 compotas de diferentes sabores e uma surpresa adicional da marca.

Cooking World - Cataplana de BacalhauIngredientes 2 pessoas:

4 lombos de bacalhau

2 cebolas médias

2 alhos picados

1dl de azeite

1/2 pimento vermelho

1 colher de sobremesa de pimentão doce

1/2 colher de café de cravinho em pó

2 colheres de polpa de tomate

1 copo de vinho tinto

2 colheres de sopa de aguardente

sal, pimenta e coentros q.b.

batatas q.b ( consoante o apetite de cada um)

Preparação:

Cortar as cebolas às rodelas e picar os alhos e colocar na cataplana. Seguidamente regar com o azeite e refogar durante uns 5 min. em lume brando.

Cortar 1/2 pimento às tiras e acrescentar ao refogado e deixar estar mais 5 min.

Colocar por cima da cama de cebola e pimento as quatro postas de bacalhau e as batatas às rodelas, regar com os vinhos e temperar com as especiarias(incluindo os coentros) e o sal. Deixar a cataplana em lume brando aberta uns 2 a 3 min.

Fechar a cataplana e deixar cozinhar em lume brando (para não pegar) durante 15 min. Depois abrir e  confirmar os temperos (se for necessário retocar de sal ou outra especiaria apontada na receita) e a cozedura das batatas e fechar por mais 10min.

Findo o tempo abrir a cataplana e servir.

(Imagem cedida pela autora) Joana Oliveira – Entre Tachos e Sabores.

Noodles à Marinheira

Nota Cooking: Contribuição do blog 7 Gramas de Ternura! Original aqui. 🙂

Aqui em casa nunca nos fartamos de massas.

Esta, pelos ingredientes que levou, quis trazer até casa os aromas e sabores do mar, que ligaram na perfeição com o sabor mais exótico do molho de soja. Fui juntando ingredientes a meu gosto, e adoramos o resultado final.

Refeições rápidas e do agrado de todos, são o prato do dia por aqui!

Aqui fica a receita.

Cooking World - Noodles a Marinheira

Ingredientes:

250g de noodles
400g de choquinhos congelados
200g de miolo de camarão
5 cogumelos portobello frescos
1/2 pimento vermelho
200g de amêijoas com casca
150g de espinafres em folhas
molho de soja q.b.
azeite, sal e pimenta q.b.

Preparação:

Coloque um pouco de azeite numa frigideira e junte os choquinhos descongelados. Deixe suar (largar a água) tape e deixe cozinhar lentamente cerca de 10 minutos. Numa caçarola coloque as amêijoas, depois de bem lavadas, para abrir. Reserve algumas com concha e retire o miolo à restantes. Corte o pimento em tiras grossas. Junte o miolo de camarão, os cogumelos em tiras e o pimento aos chocos. Tempere de sal e pimenta de moinho e vá mexendo. Coloque uma panela com água ao lume e quando ferver junte os noodles e apague o lume. Deixe ficar 5 minutos e depois escorra-os.

Junte os espinafres e as ameijoas aos chocos. Deixe cozinhar mais cinco minutos e adicione o molho de soja a seu gosto, envolvendo bem. É preferível colocar pouco molho e depois, se necessário juntar mais. Adicione os noodles escorridos, envolva e sirva de seguida.

e Bom Apetite!

(Imagem cedida pela autora) Maria José Machado – 7 Gramas de Ternura.

Folhado de Pescada

Nota Cooking: Contribuição do blog The Wild Kitchen! Original aqui. 🙂

Cooking World - Folhado de Pescada

Ingredientes:

6 Medalhões/Lombos/Mimos de pescada

1 Alho Francês em rodelas

3 Cenouras Raladas

1 Cebola pequena

1 Caldo de peixe

Massa Folhada aos quadrados

Salsa qb

Sal qb

Azeite qb

Preparação:

Num tacho coloque a cebola em rodelas finas e o azeite, deixe refogar um pouco até a cebola ficar transparente. De seguida coloque os legumes e deixe refogar durante alguns minutos. Adicione o caldo de peixe, e quando este estiver bem derretido no refogado, adicione a pescada previamente temperada com sal.

Deixe cozer, se necessário coloque um pouco de água para não queimar, depois de cozido polvilhe com salsa picada.

Estenda cada unidade de massa folhada, e corte ambas ao meio, de forma a ficar com seis folhas de massa separadas (caso compre a massa já cortada em quadrados, utilize 6 unidades). Em cada uma delas, coloque um medalhão (ou o que tenha utilizado) e por cima os legumes. Enrole a massa folhada na pescada, caso pretenda pode pincelar com um pouco de leite.

Leve ao forno a 180º até a massa estar cozida.

Sirva acompanhado arroz de ervilhas.

Receita adaptada daqui.

(Imagem cedida pelo autor) Paulo Herculano – The Wild Kitchen.

Linguado Au Meunier

Nota Cooking: Contribuição do blog Uma Pedra de Sal! Original aqui.

Sempre que chego a Milfontes é incrível como quase todas as refeições planeadas acabam por passar por peixe. É inevitável. De tal forma que nem a J. refila e quando pergunto o que quer ‘papar’ sai sempre um ‘peixe com batatas’ ou ‘peixe com arroz’ ou ainda um ‘peixe com massa’… Verdadeiramente em sintonia!

Numa destas refeições resolvi dar uma segunda oportunidade aos linguados… Tenho uma embirração específica por eles, depois de uma primeira vez em que impliquei com o sabor… Hoje reconheço que só não gostei porque, provavelmente, não foram bem feitos ou estavam mesmo estragados, já que me recordo que sabiam mal… Mas… Implicância é implicância e muito desconfiada lá trouxe o peixe para casa…

Com a chuva que não pára de cair do céu aos trambolhões, nem me atrevi a pedir ao M. para acender o carvão. E lá resolvi fazer algo muito simples – um peixinho passado na frigideira com sumo de manteiga, limão e salsa. E que bem que nos soube comê-lo, delicioso e fresco, numa destas noites de verdadeiro dilúvio…

Ingredientes:cooking world - linguado

– 2 linguadinhos bem frescos

– 4 colheres de sopa de manteiga

– 1 colher de sopa de sumo de limão

– 2 colheres de sopa de salsa picada

– farinha q.b.

– sal q.b.

Preparação:

Seque bem os linguados e passe-os por farinha.

Numa frigideira coloque 3 colheres de sopa de manteiga e deixe derreter em lume brando.

Coloque os linguados na frigideira e passe-os delicadamente pela manteiga até que estejam cozinhados. Se forem fininhos, basta que estejam 3 a 4 minutos cada lado.

Entretanto, misture 1 colher de sopa de manteiga com uma colher de sopa de sumo de limão e a salsa picadinha.

Coloque os linguados numa travessa de servir e regue com o sumo de manteiga, limão e salsa e acompanhe com batata cozida.

(Imagem cedida pela autora) Sónia Alegre – Uma Pedra de Sal.

Salmão em papelotes

Nota cooking: Contribuição do blog Sabores Leves! Original aqui.

Não é a primeira vez que cozinho nos papelotes, mas peixe foi uma estreia e como o salmão é o único peixe que gosto sem ser grelhado, é com ele que posso fazer novas experiências.

Muito simples, rápido e muuuuito saboroso!

Ingredientes:cooking world - salmão em papelotes

Postas de salmão
Cebola
Gambas
Alecrim, sal, pimenta, azeite e sumo de limão
Papel vegetal

Preparação:

Temperar as postas de salmão com sal, pimenta e sumo de limão; reservar uns 10 minutos.

Cozer as gambas em água e sal e retirar-lhes a casca.

Num quadrado de papel vegetal colocar 1 posta de salmão, cebola, gambas, 1 raminho de alecrim e regar com um fio de azeite.

Enrolar o papel vegetal como se fosse um embrulho e colocar na varoma.

Deitar 1 litro de água no copo e com a varoma em cima programe 25 minutos; varoma, velocidade 1.

Servi o salmão com cenouras e couve-flor, que aproveitei para cozer no cesto enquanto o salmão cozinhava. Temperei com azeite, alho em pó e oregãos.

(Imagem cedida pela autora) Lena Santos – Sabores Leves.

Massa com Atum do Jamie

Nota Cooking: Contribuição do blog Emoção às Colheradas! Original aqui. 🙂

As receitas com atum são práticas e simples, são também saborosas e reconfortantes.

Esta foi tirada do livro do Jamie Oliver e segundo o autor, é a massa preferida da mulher dele 🙂

Confesso que fiquei curiosa em relação a isso e resolvi experimentar 🙂 o resultado foi do agrado de todos cá em casa, o que me levou a repeti-la.

Há um ingrediente que faz toda a diferença neste prato… a canela 🙂

Ingredientes:

Cooking World - Massa de Atum do Jamie500g de macarrão

azeite

1 cebola

1 gindungo

1 c. chá de canela em pó

manjericão fresco

800g de tomate (ou 2 latas)

3 latas de atum escorrido

sal

pimenta preta

1 limão

1 mão cheia de parmesão ralado

Preparação:

Deite um fio de azeite num tachinho, acrescente a cebola picada, o gindungo picado, a canela e o manjericão, deixe cozinhar em lume brando durante 5 minutos até a cebola amolecer.

Junte os tomates, o atum e o sal. Desfaça os tomates e deixe levantar fervura e ferver cerca de 15 a 20 minutos.

Retifique os temperos.

Entretanto coza a massa numa panela com água e sal, segundo as instruções da embalagem. Quando estiver al dente, escorra a massa, reservando alguma água.

Misture a massa no molho de atum e tomate, junte a raspa e sumo do limão, polvilhe com o parmesão e envolva bem.

Solte a massa com um pouco de água se necessário.

Sirva de imediato.

Deliciem-se… e bom apetite!

(Imagem cedida pela autora) LiBelinha – Emoção às Colheradas.

Endívias Recheadas com Atum

Nota Cooking: Contribuição do blog Aventuras de uma Mamã! Original aqui. 🙂

Cooking World - Endivias Recheadas com AtumIngredientes: 

4 folhas de endívias lavadas e escorridas

2 latas pequenas de atum ao natural

3 c. de sopa de milho

1/2 pimento em quadradinhos (usei pimento laranja)

Tomates cherry a gosto

Azeitonas a gosto (em rodelas)

4 c. de sopa de Quinoa

Queijo Mozarella em quadradinhos

Sal marinho, pimenta e azeite q.b

Creme balsâmico de Manga para decoração

Sementes de sésamo tostadas q.b.

Preparação:

Lavamos as folhas de endívias e deixamos que sequem.

Colocamos todos os restantes ingredientes numa taça. Misturamos bem. E provamos. Deitamos um fio de azeite e voltamos a misturar suavemente. Se acharmos necessário adicionamos sal e pimenta a gosto.

Com uma colher recheamos as folhas de endívias e colocamos numa travessa. Deitamos um fio de creme balsâmico de manga em cada uma e polvilhamos com sementes de sésamo.

Servimos de imediato.

(Imagem cedida pela autora) Mena Lopes – As Aventuras de uma Mamã.