Então e o Sushi??

Nota Cooking: A terceira crónica de Xavier Pereira, desta vez dedicada ao tema “Sushi”!

O sushi está na moda. É bonito, fica bem no prato, é uma refeição social, é saudável, começou por ser caro e por isso era desejado, hoje está ao alcance de quase todos e faz parte das preferências da maioria, e sim: os filhos deste blogue (ou pelo menos este que vos escreve) adoram sushi.Depois de dois ódios alimentares: peixe frito e favas, esta terceira crónica no Cooking World tinha de ser sobre alguma coisa que me agrade e lembrei-me do sushi. Talvez pelas saudades de uma boa refeição de sushi que não acontece há uns tempos.

O encanto do sushi está em tudo aquilo que foi referido inicialmente: é bonito, saudável e social, mas a verdade é que também é algo que se aprende a gostar. Há quem fique fã à primeira – acuso-me – e há quem aprenda a gostar. Porque é possível.

Sem usar os nomes técnicos, o conselho é sempre começar pelos simples: arroz e salmão, arroz e atum e arroz e camarão. São peixes que se conhecem e que é habitual comer-se, pelo que a única diferença é estarem crus.

Sim, para muitos o sushi é um drama e uma confusão porque é feito com peixe cru. Mas para mim não.

Depois de se fazer uma refeição só com arroz e três peixes, aconselha-se uma segunda visita não tão espaçada que permita esquecer a experiência anterior e passar à fase seguinte: a alga. “Ai que a alga é rija” ou  “Mas aquilo tem muita alga”. Tem e é prático porque na maioria do bom sushi é a alga que segura o alimento.

Neste ponto de introdução da alga pode ser alargado o leque de escolha e permitir-se a aventura por sabores e cores do sushi.

Quanto aos molhos e para os mais sensíveis, o molho de soja pode ser muito agressivo, mas é essencial para uma boa refeição de sushi, porque é isso que lhe vai dar o sabor. Para os iniciados permite-se a primeira aventura com molho agridoce, mas depois e aos poucos – é mesmo para meter pouco – vai passando para o molho de soja.

Ao sushi gosto de aplicar o ditado: primeiro estranha-se, depois entranha-se. Pelo menos é o que tenho visto… Ah, e atenção com o sítio em que se faz esta experimentação: há por aí muito mau sushi. Mais vale pagar-se um bocadinho mais e comer-se sushi de primeira, do que pagar pouco e ficar a odiar aquilo de tão mau que era…

Sai uma rodada de bom sushi para a mesa do canto, por favor.

XBP

Advertisements

Deixe a sua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s